Ashton Kutcher e Mila Kunis são mais nomes de Hollywood que decidiram ajudar na quarentena contra o coronavírus (COVID-19). Porém, a ação se tornou questionável.

O casal pensou em algo para “aliviar” a quarentena das pessoas. O problema é que o produto vai contra as orientações da OMS (Organização Mundial de Saúde).

Os famosos, relembrados por That ’70s Show, lançaram uma linha de vinhos temática da quarentena com a marca Nocking Point. A justificativa é que as pessoas estariam bebendo mais durante o período.


Para a OMS, a combinação de quarentena e bebidas alcoólicas pode piorar a condição de saúde das pessoas, além de aumentar o risco de atitudes violentas.

Linha é para ajudar, defende astro

A marca Nocking Point lançou um vídeo de Ashton Kutcher e Mila Kunis revelando a linha. Os famosos contaram que a atriz teve a ideia de comercializar os produtos.

“Mila teve a ideia. Entramos em contato com os parceiros da Nocking Point para fazermos a linha com vinhos que gostamos. Mila teve a ideia do design e de todo conceito”, revelou o famoso.

O casal ligou diretamente para Andrew Harding, o dono da Nocking Point. A marca prontamente abraçou a ação.

A defesa de Ashton Kutcher, conforme revelado no Twitter, é que o lucro das vendas será doado para luta contra o coronavírus. O dinheiro será usado principalmente na compra de equipamentos médicos.

Confira as publicações abaixo.

O mais recente trabalho de Ashton Kutcher foi na Netflix, na série The Ranch. A comédia, que já chegou ao fim, continua disponível na plataforma.