Publicidade

Autópsia traz revelação chocante sobre morte de Paul Walker

Publicado por Bruno Tomé

28/04/2020 15:08

Paul Walker morreu em 2013 após um terrível acidente de carro. O astro de Velozes e Furiosos estava em um Porsche dirigido pelo amigo Roger Rodas, que pegou fogo após uma violenta batida.

O acidente aconteceu depois que os dois deixaram um evento de caridade, em Los Angeles (EUA). Até hoje, não foi revelado o que fez Rodas perder o controle do carro e o bater.

Ao mesmo tempo, foi revelado que Paul Walker morreu por conta das lesões do acidente e principalmente, por conta do incêndio.

Testemunhas do acidente de Paul Walker relataram uma grande bola de fogo após a colisão. Por conta desses detalhes, todos imaginam o mesmo.

Para os fãs do ator e de Velozes e Furiosos, Paul Walker teria morrido logo depois do Porsche ter batido. No entanto, a autópsia revela o contrário – cuidado, abaixo há informações fortes.

Revelação sobre morte de Paul Walker

Conforme apurado pelo Observatório do Cinema, a autópsia de Paul Walker mostrou que traços de fuligem foram encontrados na traqueia do ator de Velozes e Furiosos.

Isso significa que Paul Walker estava respirando antes da explosão. Outros detalhes são de que o corpo do ator foi encontrado deitado de barriga para cima, com os membros retraídos.

O relatório ainda detalhou que Paul Walker só foi identificado pela arcada dentária, por conta do estado em que o corpo foi encontrado.

O TMZ informa ainda que Meadow, a filha de Paul Walker, não concorda com todo relatório. Em processo contra a Porsche, a família do ator de Velozes e Furiosos garante que o astro ficou preso no cinto do carro.

A revelação é que Paul Walker teria ficado vivo por mais de um minuto antes da explosão, tempo que seria suficiente para escapar. Porém, além de ficar preso no cinto, o sistema de prevenção contra incêndio do veículo não teria funcionado – com a porta não abrindo facilmente.

Esse processo foi resolvido ainda em 2017, com as partes chegando a um acordo. Mas, a revelação de que Paul Walker estava ainda vivo antes da explosão é ainda chocante para os fãs.

No processo, a família de Paul Walker diz que ele ainda poderia estar vivo se os sistema de segurança do modelo Carrera FT funcionasse.

O último filme de Paul Walker foi Velozes e Furiosos 7.

Publicidade