Freddie Mercury faleceu em 1991, e deixou para trás um legado inegável para a comunidade artística e a cultura pop. Até hoje, os hits do cantor são ouvidos no mundo todo.

O cantor ganhou uma homenagem recente no filme Bohemian Rhapsody, no qual foi interpretado por Rami Malek, que ganhou o Oscar de Melhor Ator por sua performance.

Assim como muitas outras estrelas, Freddie Mercury brilhou forte e morreu jovem. O artista faleceu devido a uma broncopneumonia causada pela AIDS.


Em uma entrevista recente, Elton John revelou detalhes sobre os últimos dias do amigo e vocalista do Queen; confira abaixo!

Encarando a morte

De acordo com Elton John, mesmo às portas da morte, Freddie Mercury mantinha uma rotina normal e não passava os dias pensando no fim iminente.

“Ele não estava pensando na morte. Ele não me mostrou nenhum medo, nenhum temor ou tristeza”, contou o astro.

Elton John também relembra de ter ganhado uma pintura de aquarela do vocalista do Queen. O objeto permanece na mesa de cabeceira do cantor até hoje.

“Ele me mandou o presente com uma carta, onde estava escrito o meu nome de drag, que é Sharon e o dele, que era Melina. A nota dizia: ‘Querida Sharon, eu vi isso em um leilão e achei que você adoraria. Amo você, Melina”, contou Elton John.

Elton John e Freddie Mercury foram amigos por muitos anos. Os dois cantores se destacavam pelo pioneirismo na superação de padrões de masculinidade e expressão sexual.

“Tudo isso foi muito emocionante. Ele estava morrendo e ainda pensava nos amigos. Esse era o tipo de pessoa que o Freddie era. Cheio de vida e cheio de amor”, se emocionou Elton John.

Elton John também ganhou uma cinebiografia recentemente, a elogiada Rocketman.