Herdeiros doam fortuna de Michael Jackson para combate ao coronavírus

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Michael Jackson morreu há pouco mais de dez anos, e ainda deixa saudades em fãs do mundo inteiro. O Rei do Pop teve uma carreira astronômica, marcada pelo talento, polêmicas e muito dinheiro.

Antes de morrer aos 50 anos em 2009, Michael Jackson teve 3 filhos: Paris, que hoje tem 22 anos, Michael Jr., de 23 anos e Prince Jackson, de 18 anos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Como deixou uma fortuna incrível após sua morte, Michael Jackson criou uma fundação para organizar seus rendimentos póstumos e praticar boas ações.

De acordo com apuração do Observatório do Cinema, os representantes do ator doaram uma generosa quantia a organizações que ajudam as pessoas durante a pandemia do coronavírus.

Confira abaixo!

Caridade

Os co-executores do espólio de Michael Jackson anunciaram que o valor de 300 mil dólares para 3 caridades que atuam nos Estados Unidos em tempos de coronavírus.

O valor de 100 mil dólares será doado para os grupos Broadway Cares Emergency Assistance, MusiCares e Three Square.

“Esse vírus ataca o coração das comunidades. Hoje descobrimos que o lendário Manu Dibango morreu após contrair o coronavírus. Outros artistas e pessoas da indústria da música e da Broadway estão doentes ou encarando um futuro incerto”, afirmaram os representantes de Michael Jackson.

Manu Dibango era um famoso saxofonista de Camarões que influenciou muito o estilo musical de Michael Jackson.

“O espírito de generosidade de Michael Jackson é lendário. Essas doações são inspiradas por ele”, afirmou a nota.

A doação generosa servirá para ajudar artistas sem acesso a serviços de saúde, além de bancar mais de 300 mil refeições para a população carente.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio