Joaquin Phoenix, o Coringa, pede para governo de Nova York soltar presidiários

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A pandemia do coronavírus (COVID-19) está preocupando a todos. Mais uma personalidade de Hollywood decidiu tomar uma posição em relação ao cenário.

Joaquin Phoenix, que ganhou o Oscar de Melhor Ator por ser o Coringa, fez um pedido para o governador de Nova York (EUA), Andrew Cuomo. O astro quer que medidas sejam tomadas também nas prisões do estado.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Joaquin Phoenix divulgou um vídeo com o pedido. A ação é tomada junto ao movimento Release Aging People in Prison (Libertando pessoas idosas das cadeias, em tradução).

“A disseminação do coronavírus nas prisões ameaça a saúde e a segurança de todos nós. Quando você está encarcerado, não existe distanciamento social e garantir uma boa higiene não é uma opção. Os líderes devem fazer todo o possível para impedir que as pessoas encarceradas e os que trabalham nas prisões adoeçam e espalhem o vírus”, afirma o ator.

Essa medida é tomada em alguns países, levando em conta os crimes cometidos pelos presidiários. No vídeo, Joaquin Phoenix não deixa claro quais seriam os critérios para as solturas.

Ligação para o governador

O post da organização, que compartilhou o vídeo de Joaquin Phoenix, dá conta de que o astro quer ligar para o governador de Nova York. O famoso quer pedir a clemência dos presos em Nova York.

“A vida de muitas pessoas depende da ação dele. Ninguém merece morrer na prisão por COVID-19”, afirma ainda a publicação.

Confira a publicação, com o vídeo, abaixo.

Joaquin Phoenix é reconhecido em Hollywood pelo ativismo. O ator é mais conhecido pelas ações que visam a preservação da natureza.

O ator também segue em destaque pelo aclamado trabalho em Coringa, da DC. O filme está disponível em plataformas digitais.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio