Os filmes de kung fu estavam sendo feitos na China muito antes de Bruce Lee entrar em cena, mas foi sua chegada que transformou o gênero – especialmente por ter sido visto por países fora da Ásia.

Bruce Lee fez uma explosão na indústria do entretenimento com o lançamento de O Dragão Chinês, em 1971. As habilidades do ator como artista marcial impressionaram o público e, como resultado, ele se tornou uma sensação mundial.

Após o lançamento de O Dragão Chinês, Bruce Lee estrelou quatro filmes antes de sua morte. Ele morreu durante as filmagens de Jogo da Morte, e seu filme mais famoso, Operação Dragão, foi lançado após seu falecimento.


O encontro

Foi durante as filmagens de Operação Dragão que Bruce Lee teve uma reunião interessante com Jackie Chan, que ainda não se tornara uma estrela, mas havia trabalhado como dublê no segundo filme de Bruce, A Fúria do Dragão.

Jackie Chan foi um dos vários oponentes sem nome que o personagem de Bruce Lee teve que lutar ao mesmo tempo em uma cena específica.

Jackie, que contou essa experiência em um vídeo, diz que quando atacou Bruce Lee, Lee o acertou no rosto com um de seus bastões.

O golpe foi um acidente, mas Lee continuou com a cena até terminar. Assim que houve uma pausa, Lee correu para Chan e pediu desculpas.

Como Jackie conta na história, ele fingiu ter se machucado mais do que realmente estava, simplesmente porque gostou da atenção que estava recebendo de Lee, a quem ele idolatrava.

Após esse encontro, Lee lembrava o nome de Jackie Chan sempre que o via no set e até conversava com ele na ocasião. Esse incidente também levou Lee a selecioná-lo para um trabalho ainda mais dramático em Operação Dragão.

Bruce Lee faleceu em 20 de julho de 1973, aos 32 anos, devido a complicações de um edema cerebral.