100 cirurgias: Revelada como foi a polêmica transformação de Michael Jackson

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Michael Jackson morreu há pouco mais de dez anos, e ainda deixa saudades em fãs do mundo inteiro. O Rei do Pop teve uma carreira astronômica, marcada pelo talento, polêmicas e muito dinheiro.

A vida pessoal do astro sempre foi conhecida por estar envolta em mistérios e grandes controvérsias. Detalhes interessantes foram revelados após sua morte.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma das partes mais polêmicas da vida e carreira de Michael Jackson foi a mudança de seu visual, causada por inúmeros procedimentos estéticos e uma desordem dermatológica.

Confira abaixo tudo sobre esse longo processo!

30 anos de cirurgia 

Michael Jackson ficou obcecado com mudanças em seu visual ainda no início de sua carreira. Segundo pessoas próximas ao cantor, sua intenção era eliminar qualquer semelhança com o odiado pai Joe Jackson.

Nos anos 70, aos 19 anos, o cantor decide fazer sua primeira cirurgia plástica. Ele não gostava do tamanho e formato de seu nariz, e por isso optou por uma rinoplastia para a mudança.

Não satisfeito com o resultado do primeiro procedimento, Michael Jackson mexeu ainda mais no nariz e acabou desenvolvendo problemas respiratórios.

Nos anos 80, após o lançamento de Thriller, Michael Jackson deixou de usar o cabelo no estilo afro e passou a utilizar frequentemente maquiagem para “branquear” sua pele. O cantor também fez mais uma cirurgia no nariz e implantou enchimento nas bochechas.

Já nos anos 90, Michael Jackson chocou os fãs por mudar completamente o visual. O nariz do Rei do Pop foi completamente modificado, e a pele do cantor se tornou branca (supostamente um reflexo do vitiligo). O astro também fez implantes no queixo.

Consequências perigosas

Antes de realizar suas primeiras rinoplastias, Michael Jackson pediu a ajuda da irmã Latoya, que realizou a cirurgia em seu próprio nariz para mostrar como seria o resultado.

Em 1995, Michael Jackson aparece extremamente pálido, uma mistura do embranquecimento real de sua pele e o uso de maquiagem. Na mesma época, o cantor passa a fazer uso frequente de perucas.

No início dos anos 2000, Michael Jackson exagerou ainda mais nos procedimentos. Ele foi obrigado a utilizar um implante e uma fita no nariz para impedir que os fluidos de uma cirurgia mal sucedida vazassem para sua boca. Na mesma época, o visual do cantor passou a ficar cada vez mais feminino. 

Mesmo com as visíveis transformações, Michael Jackson ainda negava ter feito cirurgias plásticas no rosto.

Até sua morte em 2009, Michael Jackson havia se submetido a mais de 100 cirurgias, que incluíram uma mudança completa e radical no formato do nariz, botox, enchimento, embranquecimento da pele, implantes na bochecha, mudança do formato labial, entre outras.

Após sua morte, especialistas em fotografia digital revelaram como o Rei do Pop teria envelhecido normalmente se não tivesse se submetido às inúmeras cirurgias plásticas.

Confira abaixo!

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio