O polêmico casamento de Johnny Depp e Amber Heard segue ganhando novos capítulos. Os dois se separaram ainda em 2016, mas acusações ainda são reveladas.

Dessa vez, Josh Richman, amigo de Johnny Depp, acusou Amber Heard de ter fingido uma agressão. O homem ainda declarou que a atriz praticava abuso psicológico contra o ex-marido

O documento foi conseguido pelo The Blast, que revelou trechos do que Richman disse para justiça. O caso mencionado pelo amigo de Johnny Depp seria sobre um falso sangramento no nariz de Amber Heard, conhecida por Aquaman.


O amigo de Johnny Depp garantiu que Amber Heard usou esmalte vermelho para dizer que foi agredida pelo ator de Piratas do Caribe.

“Eu fiquei sabendo que antes do casamento eles tiveram uma briga. Johnny me contou que Amber foi ao banheiro e saiu com um lenço com esmalte nele, dizendo que ele tinha feito aquilo com ela. Mas depois do incidente, ele pegou o lenço, que ele tem até hoje. Amber colocou esmalte vermelho no lenço”, acusou Richman.

Vale sempre observar que é o depoimento de um amigo de Johnny Depp. Richman ainda comentou que “do ponto de vista dos amigos, Amber Heard parecia abusar psicologicamente e atormentar” o ator de Piratas de Caribe.

“Ela o cortou do contato com os melhores amigos e era cruel com ele. Ele sempre parecia viver com medo de o que ela faria se ele terminasse. A família dele, amigos e eu sempre achamos que ele aceitou a ordem de Amber para casar do que qualquer outra coisa”, completou Richman.

Amber Heard não se pronunciou após a divulgação do The Blast.

Briga de Johnny Depp e Amber Heard

Os documentos ainda podem fazer a diferença na briga de Johnny Depp e Amber Heard. Os dois se enfrentam na justiça, mesmo após o divórcio ter sido resolvido.

Johnny Depp processou a atriz de Aquaman por difamação. Amber Heard escreveu um artigo para o The Washington Post sobre violência doméstica.

Mesmo sem citar o nome de Johnny Depp, o ator se sentiu prejudicado. A defesa do artista diz que a Disney o tirou de Piratas do Caribe com base no texto de Amber Heard.

O estúdio não chegou a confirmar a informação.

Mesmo assim, alegando ter sido prejudicado pelo artigo, Johnny Depp pede US$ 50 milhões de indenização para Amber Heard. O ator afirma que o valor seria para cobrir os prejuízos que ele terá na carreira.

O caso ainda está em julgamento nos Estados Unidos.