Angelina Jolie revela impacto que traição do pai teve na vida da mãe

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Angelina Jolie compartilhou algumas verdades comoventes sobre sua vida familiar, lembrando como a traição, de seu pai Jon Voight, mudou a vida de sua mãe.

A atriz escreveu um artigo para o The New York Times em homenagem ao Dia das Mães nos EUA em 10 de maio.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No texto, ela contou sobre como o caso de seu pai traindo sua mãe mudou a vida de toda a família.

Desabafo

“Perdi minha mãe na casa dos trinta”, escreve Angelina, agora com 44 anos. Sua mãe, Marcheline Bertrand, morreu em 2007 aos 56 anos de idade, após uma batalha contra o câncer de ovário.

“Quando olho para trás, vejo o quanto a morte dela me mudou. Não foi repentino, mas muito mudou por dentro. Perder o amor e o abraço quente e suave de uma mãe é como ter alguém arrancando um cobertor protetor. 

Quando meu pai teve um caso, isso mudou sua vida. Isso incendiou seu sonho da vida familiar. Mas ela ainda amava ser mãe.”

O ator vencedor do Oscar, Jon, de 81 anos, admitiu anteriormente ter tido um caso durante seu casamento com Marcheline, que era sua segunda esposa.

Seu relacionamento com Angelina tem sido complicado ao longo dos anos, mas dizem que eles estão em melhores termos.

O próximo trabalho de Angelina Jolie é no filme da Marvel, Os Eternos, que chega aos cinemas em fevereiro do ano que vem.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio