Com uma carreira de mais de 30 anos, Angelina Jolie se estabeleceu com uma das atrizes mais conceituadas de Hollywood, na frente e por trás das câmeras.

Descrita como “uma das figuras mais influentes da indústria do entretenimento”, Jolie também é conhecida por seus importantes trabalhos humanitários, principalmente na defesa dos refugiados.

A vida pessoal da atriz sempre foi um dos assuntos preferidos de paparazzi e tabloides, e no início de sua carreira, Jolie era conhecida pelo estilo ousado e polêmico.


Em uma entrevista recente, Angelina Jolie refletiu sobre esse aspecto de sua juventude rebelde; confira abaixo!

A jovem Angelina 

“Eu já usei todas as drogas possíveis, de ecstasy a heroína”, refletiu Angelina Jolie sobre seus anos rebeldes em Hollywood.

A atriz que também contou com uma vida amorosa pública e tumultuada, revelou que a maioria das manchetes de sua juventude aconteceram em um momento de autoconhecimento e testes.

“Minha juventude é muitas vezes interpretada como um desejo de rebeldia. Na verdade, não era nada relacionado a uma necessidade de ser destrutiva ou rebelde. A necessidade era encontrar a minha voz, derrubar as minhas paredes e ser livre. Quando você percebe que está sendo colocada em um tipo específico de vida, é natural se colocar contra isso. Pode parecer estranho e ser interpretado errado, mas você tenta decidir quem é”, contou a atriz.

Angelina Jolie admitiu que tinha medo de perder oportunidades e momentos preciosos de sua vida, e que por isso exagerou em vários aspectos.

“Ainda muito jovem, eu percebi que uma vida em que você não vive seu potencial completo, ou não experimenta, ou fica com medo, ou hesita em fazer tudo, é uma vida que eu não gostaria de viver”, contou a atriz.

Angelina também confirmou que seus anos mais loucos em Hollywood a ajudaram a amadurecer, tanto como atriz quanto como pessoa.

“A única maneira de saber se estou no caminho certo, é ser eu mesma. E isso significa sair da rota tradicional algumas vezes”, revelou Angelina Jolie.