Freddie Mercury é considerado um dos maiores vocalistas e intérpretes de todos os tempos.

Ele garantiu seu lugar na história do rock britânico com o Queen e como artista solo antes de sua trágica morte aos 45 anos.

Conhecido por seu talento ótico e falsete, o astro desenvolveu um estilo inimitável quando chegou à fama no início dos anos 1970.


Começo da carreira

Antes de se tornar o vocalista da Smile – que se tornaria a banda Queen – Freddy Mercury liderou uma banda chamada Ibex.

Ibex e Smile frequentavam os mesmos círculos, até tocando no palco juntos em Liverpool em uma ocasião.

O baixista Tupp Taylor lembrou seu projeto criativo com Mercury como sendo “horrível”, dando uma avaliação surpreendentemente crítica de seus talentos de canto.

“Freddie não era Steve Winwood, Steve Marriott ou Joe Cocker”, disse ele. “No começo, ele era horrível.”

Taylor, no entanto, observou o potencial de canalizar o poder de Mercury, dizendo: “Freddie era um produto de sua enorme energia.

Uma homenagem à ideia de que, se você acredita em algo difícil o suficiente, pode fazer isso acontecer.”

Freddie Mercury morreu em 24 de novembro de 1991, tendo sucumbido a um ataque de pneumonia brônquica.