Michael Jackson ainda gera muita curiosidade para os fãs. O que pode ter ajudado nisso é a personalidade diferente do Rei do Pop.

O astro já chamou a atenção diversas vezes. Por conta de ter muitas manias, Michael Jackson era considerado bastante excêntrico.

Entre as atitudes estava a de adotar máscara para o visual – mesmo sem precisar. Ou ainda, levar o chimpanzé Bubbles para tomar chá com o prefeito de Osaka, no Japão.


Os fãs, com certeza, devem lembrar ainda de outros momentos.

Porém, o ex-assistente de Michael Jackson, Scott Shaffer, trouxe mais detalhes para os fãs. O profissional contou um pedido que recebeu do Rei de Pop durante uma madrugada.

Shaffer pode falar tranquilamente sobre Michael Jackson. Os dois se tornaram bons amigos após o profissional ser o assistente do músico por 7 anos na década de 1990.

O pedido de Michael Jackson

Como apurado pelo Observatório do Cinema, Shaffer contou sobre o bizarro pedido em uma entrevista para o The Sun.

O assistente do Rei do Pop disse que Michael Jackson “não tinha noção de tempo”. Assim, facilmente ligava para ele às 2h da manhã, por exemplo.

“Nós estávamos na Austrália e ele me ligou às 3h da manhã. Ele disse que tinha ficado noivo de Debbie Rowe e me deu instruções para abrir alguma joalheria, para comprar um anel para o noivado”, relembrou Shaffer.

Na hora, o assistente disse que não, que seria muito difícil. Mas, “Michael Jackson não gostava de ouvir não”.

“Nós tínhamos assinado vários acordos de que eu faria tudo com 300% de certeza, então dizer não para ele era algo grande”, contou ainda o assistente.

O que acontece é que Shaffer não entendia sobre joias. Por isso, esperou para ir ao local no dia seguinte, com uma secretária que sabia do que Debbie Rowe gostava

Shaffer trabalhou com Michael Jackson até 1998. No entanto, os dois permaneceram em contato.

Michael Jackson morreu em 2009, aos 50 anos. O cantor teve uma parada cardíaca por causa de overdose de medicamentos.