Emma Watson compartilhou seu apoio a instituições de caridade para pessoas trans após os comentários “anti-trans” de J. K. Rowling, autora de Harry Potter.

A criadora de Harry Potter provocou indignação furiosa com uma série de tuítes “transfóbicos”. Isto levou atores como Daniel Radcliffe e Eddie Redmayne a se manifestarem em apoio à comunidade.

E agora Emma expressou sua reação às opiniões de J. K., retuitando um artigo sobre as diferentes organizações que apoiam pessoas trans. A atriz, de 30 anos, compartilhou um post da colunista transexual Paris Lees sobre instituições de caridade.


O tuíte de Paris dizia: “Olá, pessoal. Apenas uma nota rápida para dizer que, se você quiser doar para organizações que apoiam mulheres trans – que estão passando por um momento especialmente difícil no momento e enfrentando hostilidade de todas as direções -, a VICE compilou uma lista.”

Resposta a J.K. Rowling

Em outro tuíte, Emma escreveu: “Pessoas trans são o que dizem ser e merecem viver suas vidas sem serem constantemente questionadas ou informadas de que não são quem dizem ser.”

Ela adicionou: “Quero que minhas seguidoras trans saibam que eu e tantas outras pessoas ao redor do mundo consideramos, respeitamos e amamos vocês por quem são.”

Você pode ver todos os tuítes mais abaixo, no fim da matéria.

Emma Watson interpretou Hermione Granger em todos os filmes de Harry Potter no cinema.