O documentário Deixando Neverland, lançado em 2019 pela HBO, trouxe à tona mais uma vez as acusações de pedofilia à Michael Jackson. Um ano depois, o cantor Kanye West comenta sobre o astro do pop e diz que não devem “derrubar nossos heróis”.

Durante uma conversa com a i-D Magazine, o rapper disse que Michael Jackson trouxe enormes contribuições para a cultura negra. “Michael fazia coisas diferentes do que fomos programados para achar que era o que deveríamos fazer”.

“Deveria ter algo que proibisse qualquer empresa de derrubar nossos heróis”, ele pontuou, referindo-se tanto às redes sociais quanto a documentários como o lançado pela HBO.


Kanye West também afirmou que sente um tipo de perseguição similar ao que Michael sofria, pela mídia. “Sempre que a mídia não tá feliz comigo, eles dão uma de ‘Wacko Jacko’ comigo”. A expressão se refere ao apelido pejorativo que Michael recebeu na década de 90, por conta das constantes mudanças na aparência.

Kanye West se apresenta em penitenciárias dos Estados Unidos ...

Documentário traz acusações antigas

Deixando Neverland reúne os depoimentos de James Safechuck, Wade Robson e suas famílias, que acusam Michael Jackson de abuso sexual contra eles quando tinham 10 e 7 anos, respectivamente.

A história é contada há muito tempo, entre outras acusações de pedofilia que foram repetidamente negadas pelo cantor antes de sua morte, em 2009. Um mês depois do lançamento do documentário, a família de Michael também divulgou uma obra de 30 minutos investigando e refutando as afirmações.

Ações judiciais movidas por Robson e Safechuck contra Jackson foram rejeitadas por um juiz em Los Angeles em 2017.