Vida dura: ator de Game of Thrones já foi preso e esfaqueado

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De 2011 a 2019, Game of Thrones se estabeleceu como a série
mais famosa e assistida do mundo. A produção da HBO mudou a cara do cenário
televisivo e abriu as portas para ainda mais projetos épicos.

O final da série dividiu a opinião dos fãs, principalmente
pelo encerramento antecipado de tramas que ainda poderiam ser bem melhor
desenvolvidas.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Muito antes de Game of Thrones “desandar”, Sean Bean
interpretou um dos personagens mais importantes: o honrado Ned Stark. Fãs sabem
que o patriarca do Norte encontrou um destino terrível ao final da primeira
temporada.

Confira abaixo alguns detalhes interessantes sobre a vida de Sean Bean e sua relação com Ned Stark!

Defendendo a honra

Em 2011, Sean Bean teve o braço esfaqueado e levou um soco na cara em uma briga sobre a modelo April Summers.

De acordo com uma testemunha, a briga começou quando um
passante fez “comentários inadequados” sobre Summers enquanto a modelo e Sean
Bean estavam fumando do lado de fora de um bar.

É claro que o amado Ned Stark se sentiu incentivado a “proteger
a honra” da modelo. De acordo com uma reportagem publicada na época por um
jornal britânico, Bean “segui o homem até o final da rua para desafiá-lo”.

Horas mais tarde, o ator deixou o bar para fumar novamente e
foi atacado pelo mesmo homem. Ele voltou com um corte no braço e um hematoma no
rosto.

“Nós cuidamos dos ferimentos com um kit de primeiros socorros. Ele estava bem, e pediu outro drink”, revelou uma testemunha.

Prisão

Cerca de um ano depois da briga no bar, Sean Bean se envolveu
em outro tumulto público, mas desta vez por sua própria culpa.

O ator foi preso após supostamente perseguir sua ex-esposa
Georgina Sutcliffe.

Bean se entregou para a polícia para um interrogatório após
ser acusado de fazer ligações abusivas e mandar mensagens ameaçadoras para
Georgina. O fato foi confirmado por um representante da Scotland Yard, a
polícia britânica.

Sean Bean, que se separou de Georgina Sutcliffe em 2010, já
havia sido preso anteriormente por agredir a então esposa em 2008.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio