Winona Ryder, atualmente conhecida por Stranger Things, abriu o jogo sobre o preconceito em Hollywood. A atriz da Netflix é judia e revelou ter ouvido alguns comentários na indústria.

As revelações foram feitas ao Sunday Times. A atriz de Stranger Things comentou que ouviu frases ofensivas até de pessoas da mesma origem.

“Houve ocorridos em que as pessoas disseram, ‘Espera, você é judia? Mas você é tão bonita!’. Há algum tempo eu ia fazer um filme de época e o chefe do estúdio, também judeu, disse que eu parecia ‘judia demais’ para estar em uma família de sangue azul”, contou a estrela.


Além disso, Winona Ryder comentou o que ouviu de Mel Gibson. O famoso ator tem uma longa polêmica em Hollywood por conta de falas preconceituosas.

Ao estar com o ator, a famosa de Stranger Things presenciou comentários antissemitas e homofóbicos.

Casos aconteceram em festa

A estrela de Stranger Things contou que as situações aconteceram em uma festa. Na mesma conversa, Mel Gibson apresentou os dois atos preconceituosos.

“Nós estávamos em uma festa, eu estava com um grande amigo. E o Mel Gibson estava fumando um cigarro, estávamos todos conversando e ele fala para o meu amigo gay, ‘Espera, eu vou pegar AIDS?'”, declarou a famosa.

Depois, o ator usou o termo “oven dodger” para se referir a Winona Ryder. A expressão é considerada preconceituosa e é usada para falar sobre judeus que conseguiram escapar da morte em campos de concentração nazistas.

“Depois veio algo sobre judeus e ele perguntou: ‘Você não é um oven dodger, é?'”, relembrou ainda a atriz. Depois, Mel Gibson teria tentado se desculpar pelos comentários.

O ator não se pronunciou sobre as declarações de Winona Ryder.

Na Netflix, a atriz deve voltar na 4ª temporada de Stranger Things. A série tem 3 anos na plataforma e o 4° deve chegar em 2021.