Depois de muitas revelações, o processo de Johnny Depp contra o The Sun continua. O jornal britânico chamou o ator de “espancador de esposa” em um artigo de 2018, referindo-se às acusações de Amber Heard contra Depp.

Agora, em depoimento no tribunal, Amber Heard disse que tinha medo que seu ex-marido, Johnny Depp, a matasse. A atriz de Aquaman ainda acusou o ator de tê-la ameaçado várias vezes.

Segundo Heard, Depp teria a enforcado, dizendo: “Eu vou te matar e vou fod*r seu cadáver”.


Ao todo, são catorze alegações de abuso contra Johnny Depp, por parte de Amber Heard, que incluem acusações feitas entre 2013 e 2016.

“Alguns incidentes foram tão graves que eu tinha medo que ele fosse me matar, intencionalmente ou apenas por perder o controle e ir longe demais”, declarou Heard.

“Ele ameaçou explicitamente me matar muitas vezes, especialmente mais tarde em nosso relacionamento”, continua o depoimento da atriz de Aquaman.

Muitas ameaças

Amber Heard ainda disse que Depp a ameaçou, caso a atriz tentasse se separar dele.

“[Ele] falou sobre o nosso relacionamento estar ‘vivo ou morto’ e me disse que a morte era a única saída do relacionamento; a maneira como ele descreveria o que ele queria fazer comigo se eu o deixasse ou machucasse”, revelou Amber Heard.

“Por exemplo, machucando meu rosto para que ninguém mais me quisesse; e na forma de ele falar sobre outras pessoas de quem ele não gostava ou por quem se sentia ameaçado, detalhando como ele queria que alguém fosse torturado ou quão barato e fácil seria mandar matar alguém”, continuou a atriz de Aquaman.

Amber Heard acusa seu ex-marido de tê-la agredido em 2013 pela primeira vez, seguido por outro ataque no mesmo ano e depois em 2014. Johnny Depp nega todas as acusações.

Em todo caso, o julgamento de Johnny Depp contra o The Sun continua. Mais informações sobre o caso devem ser divulgados nos próximos dias.