Daniel Radcliffe começou nos filmes de Harry Potter com apenas 11 anos. Desde cedo, o artista se tornou uma celebridade em Hollywood e lucrou bastante.

Porém, após Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2, o último filme da saga, o ator teve que começar uma nova fase na carreira. Nela, Daniel Radcliffe teria que mostrar se seria lembrado apenas por ser o bruxinho ou se seguiria em frente.

O que foi visto é que desde 2011, o ator tem conseguido bastante sucesso. Uma prova disso é como a fortuna do famoso cresceu com outros trabalhos no cinema e na TV.


As últimas informações são de que Daniel Radcliffe construiu uma fortuna de US$ 112 milhões. O crescimento vem junto com um desafio que o famoso de Harry Potter quis ter.

Em entrevistas, Daniel Radcliffe sempre relata como quer papéis que o desafiem a algo diferente. Até por isso, o ator não tem interesse em voltar a ser o bruxinho em qualquer produção.

Carreira após Harry Potter

Daniel Radcliffe teve 14 filmes após Harry Potter. O primeiro já foi considerado um sucesso.

Em 2012, o ator esteve em A Mulher de Preto. Com papel bem diferente para o famoso, o longa arrecadou US$ 128 milhões, um bom resultado pelo orçamento e pelo gênero do filme.

O ator também esteve em Truque de Mestre 2, de 2016, e Guns Akimbo, de 2019. Na TV, está na série Miracle Workers e no filme interativo da Netflix, Unbreakable Kimmy Schmidt: Kimmy x Reverendo.

Além do cinema e da TV, o ator de Harry Potter ainda faz investimentos. Daniel Radcliffe conta com alguns imóveis – esse plano de negócios do astro vem desde 2008, quando investiu em uma mansão de US$ 4,8 milhões.

Com isso e os filmes de Harry Potter, Daniel Radcliffe é o ator da franquia com a maior fortuna. Emma Watson, por exemplo, teria US$ 80 milhões, e Rupert Grint cerca de US$ 50 milhões.

No Brasil, parte dos filmes de Harry Potter estão disponíveis na Netflix.