Paris Jackson, filha de Michael Jackson, falou sobre como seu pai costumava vestí-la como uma boneca, quando era criança.

Hoje aos seus vinte e dois anos, a atriz revelou que odiava esse hábito do pai e que batalhou com sua própria imagem por anos.

Na sua nova série do Facebook Watch, Unfiltered: Paris Jackson & Gabriel Glenn, a atriz ainda revelou que tentou se suicidar muitas vezes.


“Eu era a única garota dentre quatro garotos pelos primeiros dez, onze anos da minha vida”, disse a filha de Michael Jackson.

“Como eu era a única garota, meu pai amava brincar de me vestir. Eu parecia uma boneca de porcelana e eu odiava isso”, continuou Paris.

Lidando com as dores emocionais

A filha de Michael Jackson ainda falou como buscava “liberar dopamina”, o que o levava a buscar dor física, incluindo automutilação e tatuagens.

“Muitas coisas liberam dopamina. Automutilação era uma delas, tatuagem era outra forma e isso era uma distração da dor emocional. Eu transferia isso para a dor física e a necessidade de controle. Sim, eu tentei me matar várias vezes”, disse Paris Jackson.

Desde que conheceu seu namorado, Gabriel Glenn, a filha de Michael Jackson está em uma luta para se recuperar e continua trabalhando para melhorar sua saúde mental.

A série Unfiltered: Paris Jackson & Gabriel Gleen está em exibição no Facebook Watch.