Amber Heard, atriz de Aquaman e ex-esposa de Johnny Depp, recentemente foi criticada ao publicar uma foto sua sem sutiã durante visita a mesquita em Istambul.

Na imagem, vemos Heard com uma blusa branca e um pano rosa sobre a cabeça, com a legenda:

“Passei o dia vagando pela magia das mesquitas de Istambul e não poderia estar mais apaixonada por esta linda cidade…”.


Ao publicar a foto, inúmeros seguidores e usuários no Twitter demonstraram não ter gostado nem um pouco da forma como a atriz de Aquaman visitou o local sagrado.

Amber Heard não tem respeito por religião ou raça, como vimos muitas vezes. Postou durante um passeio por uma mesquita. Usando um Hijab como acessório de moda. Cabelo e pescoço à mostra e sem sutiã. Ela postou isso antes e retirou logo, mas agora publicou novamente”, tweetou um seguidor.

Amber Heard é uma farsa. Ela está tentando demais”, disse outra pessoa.

A atriz de Aquaman rebateu as críticas em outra publicação, citando artigos que criticaram o visual de sua visita ao local em Istambul.

“Não. Aparentemente, quem pagou para isso ser escrito não foi pago o suficiente. Facilitarei: as mesquitas são lugares reais. Assim como museus e igrejas. O mesmo acontece com os lenços de cabeça (que às vezes são necessários para a visita). Mistério resolvido”.

https://www.instagram.com/p/CD9VY6thki_/

Briga jurídica

Vale lembrar que Amber Heard tem aparecido bastante nas mídias em razão dos processos envolvendo seu ex-marido, Johnny Depp, que foi acusado de tê-la agredido quando ainda eram casados.

Recentemente, Amber Heard esteve no tribunal para testemunhar contra Johnny Depp em processo do ator contra o jornal The Sun, que o chamou de “espancador de esposa”.

A irmã de Amber Heard, Whitney Henriquez, também testemunhou contra Johnny Depp durante o processo.

O testemunho de Amber Heard teve início no dia 20 de julho, com a estrela alegando que Johnny Depp empurrou Kate Moss das escadas, além de ter negado ter defecado na cama do casal. A atriz também negou ter tido um caso com Elon Musk.

A atriz ainda alegou que seu ex-marido a deixou com ferimentos na cabeça após tê-la arrastado pelo apartamento, puxando-a pelo cabelo.

A luta judicial envolvendo Amber Heard e Johnny Depp continua.