Brad Pitt e Johnny Depp se tornaram grandes estrelas de cinema durante os anos 1990, conquistando milhões de dólares com seus sucessos de bilheteria. Curiosamente, a carreira dos dois conta com alguns pontos similares.

Em 1984, Johnny Depp estrelou A Hora do Pesadelo e o sucesso monumental certamente ajudou o ator ainda no início de sua carreira.

Já em 1988, a série A Hora do Pesadelo: O Terror de Freddy Krueger chegou às telinhas, a fim de aumentar o lucro dos populares filmes. De acordo com o IMDb, Brad Pitt apareceu em um episódio da série.


Embora ambos não tenham trabalhado juntos nessa franquia, isso provou ser uma interessante conexão entre os dois, que acabaram trabalhando juntos posteriormente.

Em 1988, Brad Pitt conseguiu um papel em Anjos da Lei (a série original), quando ainda era bem desconhecido.

De fato, tanto Johnny Depp quanto Brad Pitt alcançaram novo nível de estrelato nos anos 1990, com papéis como Entrevista com o Vampiro e Edward Mãos de Tesoura.

Encontros e desencontros

Curiosamente, ambos quase viveram Patrick Bateman em Psicopata Americano, mas o papel acabou indo para Christian Bale, que viveria Bruce Wayne em Batman Begins, anos mais tarde.

Outro projeto que conecta Brad Pitt a Johnny Depp indiretamente é A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça, de Tim Burton. Pitt quase interpretou Ichabod Crane, mas o papel foi para Depp.

O mesmo aconteceu em A Fantástica Fábrica de Chocolate, no qual Depp interpretou Willy Wonka.

Atualmente, Brad Pitt estrela grandes sucessos de crítica e público como Bastardos Inglórios e Era Uma Vez em… Hollywood.

Johnny Depp enfrenta várias controvérsias e acusações de sua ex-esposa, Amber Heard, de Aquaman, que o acusa de tê-la agredido inúmeras vezes quando ainda estavam juntos.