Clarke Peters começou a chorar ao prestar homenagem a Chadwick Boseman, companheiro de elenco de Destacamento Blood, no Good Morning Britain.

O ator, de 68 anos, apareceu via chamada de vídeo para discutir sobre a morte chocante da estrela de Pantera Negra de câncer de cólon aos 43 anos.

Clarke também disse que a “missão de Chadwick está completa” e as pessoas deveriam “celebrar” isso tanto quanto possível.


Ele disse: “Perdemos uma alma muito doce. Perdemos um bom ator, perdemos um homem íntegro, o que ganhamos é um homem que colocou muitos jovens negros no caminho.”

“Se todos têm um propósito na vida, ele certamente desempenhou o papel de um herói de muitas, muitas maneiras.”

O ator revelou que havia falado com Chadwick sobre acreditar em Deus. Ele disse: “Sua missão está completa. Devemos celebrar isso e aprender com ele o máximo que pudermos.”

“Para a maioria das pessoas de cor, precisávamos ter esses heróis que não são cafetões, que não são assassinos, que não são ladrões, que não são viciados em drogas. Essa foi a minha geração.”

Ele continuou: “Estamos vivendo em uma época em que as coisas estão acontecendo rapidamente. Ele tinha que estar aqui durante o tempo em que esteve aqui para fazer o que fez e o fez bem. Alguém disse que ele está descansando em paz com os anjos. Eu disse: ‘Não, ele provavelmente está voando com eles agora.'”

Grande arrependimento

Clarke então caiu em prantos ao admitir que achava Chadwick Boseman “metido” por ter pessoas com ele no set durante as filmagens de Destacamento Blood em 2019 na Tailândia. Ele não tinha ideia de que estava lutando em particular contra o câncer de cólon.

Ele disse: “Estávamos filmando na Tailândia, na verdade, e quando olho para trás, naquela época, devo dizer com um pouco de pesar que provavelmente não fui o mais altruísta naquele ambiente, mas o retrospecto nos ensina muitas coisas.”

“E o que estou falando é basicamente que minha esposa perguntou como era Chadwick Boseman e eu estava muito animado para trabalhar com ele. Eu disse que achava que ele era um pouco metido. Ela perguntou por que eu achava isso.”

“Eu respondi que era porque ele estava sempre cercado por pessoas que o bajulavam. Havia uma massagista chinesa massageando suas costas no set, uma maquiadora cuidando dele e sua namorada estava sempre lá, segurando sua mão.”

“Eu pensava que, talvez, a fama de Pantera Negra tivesse subido à sua cabeça.”

Clarke então caiu em prantos ao admitir: “Mas agora me arrependo de ter esses pensamentos porque essas pessoas estavam realmente cuidando dele.”

Chadwick Boseman lutava contra o câncer de cólon desde 2016, mas nunca revelou a doença publicamente. O astro de Pantera Negra, da Marvel, tinha 43 anos.

Com Clarke Peters e Chadwick Boseman, Destacamento Blood está disponível na Netflix.