Sara Ramirez, conhecida por ser a Callie Torres de Grey’s Anatomy, se assumiu como gênero não-binário. Anteriormente, a famosa havia declarado que é bissexual.

A revelação foi feita nas redes sociais. No Instagram, em uma publicação, usou a hashtag “não-binário”. Enquanto isso, no Twitter, passou a usar a descrição de “ser humano não-binário”.

“Em mim está a capacidade de ser garoto afeminado, garota masculinizada, garoto masculinizado, garota afeminada, tudo, nada”, escreveu Sara, em publicação para mostrar a nova foto de perfil.


A artista ficou em Grey’s Anatomy entre 2006 e 2016, em papel que marcou sua carreira. O último trabalho de destaque na TV foi em Madam Secretary, entre 2017 e 2019.

No mesmo ano em que deixou Grey’s Anatomy, Sara tinha também se assumido bissexual. A personagem na série também tinha a mesma orientação sexual.

Confira a publicação da atriz abaixo.

Sara quer voltar para Grey’s Anatomy

Quando deixa a série em 2016, Callie, a personagem de Sara, apenas se muda de cidade. Com isso, a figura ainda poderia reaparecer em Grey’s Anatomy.

Em algumas ocasiões, a artista comentou que gostaria de voltar para série médica. Desde a 15ª temporada, Sara se diz aberta a retornar.

Nas redes sociais, chegou a escrever que “a bola está com a ABC”, emissora que exibe Grey’s Anatomy nos EUA. Porém, a volta da personagem ainda não foi abordada.

Grey’s Anatomy está renovada para 17ª temporada. Os novos episódios estão em desenvolvimento, assim, retornos e participações ainda podem ser anunciados.

Especificamente sobre Callie, a produção não se pronuncia.

No Brasil, Grey’s Anatomy é exibida no canal Sony.