Brad Pitt é um dos grandes nomes de Hollywood. Em 2020, ganhou diversos prêmios, incluindo um Oscar, pelo trabalho em Era Uma Vez em Hollywood.

Porém, no começo da carreira, nem tudo era fácil. Para W Magazine, o astro comentou que nunca mais esqueceu como foi rejeitado para um longa.

Em 1988, Brad Pitt fez um teste para Acusados, estrelado por Jodie Foster. Era a chance do ator ter um trabalho com uma artista de grande nome.


O astro, então, relembrou o que aconteceu depois dele ter ligado para saber a resposta do teste.

“Eu liguei depois e pedi, ‘Como fui?’. Houve uns três segundos de silêncio e me disseram, ‘Você pensou em entrar em aulas de atuação?'”, contou o ator. “Aliás, eu estava tendo aulas na época”, completou Brad Pitt.

Apesar da situação, o astro não comentou quem falou isso para ele ao rejeitar o papel para ele.

Brad Pitt tinha competição nojenta com colega

Muitos fãs podem não saber, mas na década de 1980, Jason Priestley, de Barrados no Baile, e Brad Pitt moravam juntos com outras seis pessoas em Los Angeles (EUA). Não eram tempos fáceis.

Em um livro de memórias, Priestley relembrou sobre como todos viviam. O ator de Barrados no Baile contou que eles estavam “quebrados”.

“Nós vivíamos com macarrão instantâneo, cerveja barata e cigarros”, relatou o famoso.

Para passar o tempo, uma competição comum e nojenta acontecia entre eles. O ator garante que Brad Pitt vencia nesse tipo de jogo.

“Apenas por diversão competíamos para ver quem ficava mais tempo sem banho ou fazer a barba. Brad sempre ganhava. Ir para testes significava ficar limpo, então isso colocava fim a sequência”, contou ainda a estrela de Barrados no Baile.

Apesar do grupo não se ver mais, Priestley relembra a época como “dias divertidos”.

Era Uma Vez em Hollywood pode ser visto em plataformas digitais.