Keanu Reeves é um dos atores mais amados de Hollywood. Parte disso se deve pela simplicidade e humildade do astro de Matrix e John Wick.

Há diversas histórias de bastidores incríveis sobre Keanu Reeves. Em uma delas, por exemplo, o astro doou uma boa parte do salário milionário de Matrix para as equipes de efeitos especiais e figurino.

Além disso, há muitas fotos espalhadas na internet com o ator em momentos simples. Isso encanta cada vez mais os fãs.


Agora, porém, uma reflexão de Keanu Reeves sobre a morte voltou a ser comentada. Os fãs ficam abalados, mas impressionados, mais uma vez, com a forma como o ator vê a vida.

A reflexão foi feita em 2019, no The Late Show With Stephen Colbert. O ator comentava sobre Bill & Ted: Encare a Música quando foi questionado sobre o que ele acha que acontece com todos após a morte.

“Eu sei que aqueles que nos amam vão sentir a nossa falta”, disse o astro.

A resposta deixou Stephen Colbert sem reação, que ficou em silêncio e depois apertou a mão de Keanu Reeves com a reflexão. Confira o vídeo abaixo.

Bill & Ted 3 com Keanu Reeves

Bill & Ted: Encare a Música é o primeiro filme da franquia desde 1991. A sinopse pode ser lida abaixo.

“Continuando Bill & Ted – Uma Aventura Fantástica, de 1989, e Bill e Ted – Dois Loucos no Tempo, de 1991, as apostas estão mais altas para William Bill S. Preston Esq. (Alex Winter) e Theodore Ted Logan (Keanu Reeves).

Para preencher o destino rock and roll deles, os agora melhores amigos da meia-idade entram em uma nova aventura quando um visitante do futuro os avisa que apenas a música pode salvar a vida como conhecemos e trazer a harmonia ao universo. Ao longo do caminho, eles serão ajudados por familiares, velhos amigos e algumas lendas da música”, diz a sinopse completa.

Bill & Ted 3 tem direção de Dean Parisot, com roteiro da dupla Chris Matheson e Ed Solomon.

O elenco ainda tem Anthony Carrigan (Barry, Gotham) e Jillian Bell (Anjos da Lei 2).

Bill & Ted 3 estreia em 1° de setembro sob demanda e em alguns cinemas nos Estados Unidos. Ainda não há previsão para o Brasil.