A morte de Chadwick Boseman, o Pantera Negra da Marvel, pegou os fãs de surpresa na noite do dia 28 de agosto. Até então, ninguém sabia que o astro de Vingadores lutava contra um câncer de cólon.

A batalha do famoso durou 4 anos. Nesse período, o ator de Pantera Negra descobriu que tinha um câncer de estágio 3, que recentemente, evoluiu para um estágio 4.

No momento de dor, há um fato que vem impressionando e emocionando os fãs de Chadwick Boseman. Após a morte do famoso, foi revelado que o ator da Marvel continuou atuando e trabalhando mesmo fazendo tratamentos, como quimioterapia e cirurgias.


A doença foi descoberta em 2016, quando o ator estreou na Marvel em Capitão América: Guerra Civil. Mesmo com o diagnóstico, Chadwick Boseman continuou gravando longas, fazendo trabalho de divulgação, como comparecer em várias entrevistas, e ainda fez trabalho de caridade.

O fato mostra a força do ator.

Chadwick Boseman gravou, pelo menos, sete filmes enquanto lutava contra o câncer. A lista começa com Marshall: Igualdade e Justiça (2017) e segue com Pantera Negra (2018), Vingadores: Guerra Infinita (2018), Vingadores: Ultimato (2019), Crime Sem Saída (2019), Destacamento Blood (2020) e Ma Rainey’s Black Bottom, que ainda será lançado pela Netflix.

E mesmo em tratamento, antes de falecer, estava comprometido a fazer, ao menos, mais dois. Um seria Yasuke, que contaria a história de um samurai no século 16 e o outro seria Pantera Negra 2, na Marvel.

Fãs estavam preocupados com Chadwick Boseman

O ator de Pantera Negra escondeu a doença o tempo inteiro. Porém, em abril de 2020, todos ficaram preocupados.

Em uma aparição, o astro da Marvel parecia fragilizado. Muitos internautas começaram a especular que algo estivesse acontecendo com ele.

Enquanto isso, um rumor de um novo papel surgiu. Assim, a dúvida ficou no ar – chegando ao fim de maneira trágica.

Outro fato que também entristece os fãs do ator da Marvel é o dia em que a morte dele aconteceu. Em 2020, o Dia de Jackie Robinson foi transferido para 28 de agosto por causa da pandemia do coronavírus (COVID-19).

O que acontece é que ele foi o primeiro jogador afro-americano da MLB, liga profissional de beisebol. Chadwick Boseman viveu o atleta no filme 42: A História de uma Lenda.

Relembre abaixo uma das últimas aparições do astro de Pantera Negra. No vídeo, ele anunciava a doação equipamentos médicos para comunidades negras combaterem o coronavírus.