Meadow Walker, a filha do saudoso Paul Walker, de Velozes e Furiosos, publicou uma homenagem a Chadwick Boseman no seu Instagram. O ator, mais conhecido pelo seu papel como o Pantera Negra, da Marvel, faleceu em 28 de agosto de 2020.

A publicação de Meadow Walker foi feita no sábado, um dia após a trágica morte de Boseman, em razão de câncer no cólon.

“É de partir o coração… uma linda alma levada embora cedo demais. Mando meu amor e orações a todos os seus amados. Descanse com amor”, escreveu a filha do astro de Velozes e Furiosos na seção stories do Instagram.


A publicação da filha de Paul Walker vem após os fãs se recordarem do falecimento do ator, citando que a dor sentida pela morte de Chadwick Boseman é similar.

“O mundo perdeu uma joia, Chadwick Boseman. O mundo jamais será o mesmo… a dor é como quando Paul Walker morreu”, escreveu um fã.

Veja a reação dos fãs, e a publicação de Meadow Walker abaixo.

Experiência emocionante

Uma experiência de Chadwick Boseman durante Pantera Negra, da Marvel, voltou a ganhar destaque após a morte do ator. Aos 42 anos, o famoso morreu de câncer de cólon.

Quando o anúncio foi feito, o mundo descobriu que o artista lutava há 4 anos contra a doença. Assim, fãs resgataram uma entrevista de Chadwick Boseman na divulgação de Pantera Negra, em 2018.

A entrevista ficou ainda mais comovente após a revelação da morte do ator da Marvel. Nela, Chadwick Boseman relata que mantinha contato com duas crianças que lutavam contra câncer terminal e tentavam sobreviver para ver o lançamento de Pantera Negra.

Durante o momento que conta a experiência, o astro da Marvel começa a chorar. Na época, as duas crianças já tinham falecido.

“Havia duas pequenas crianças, Ian e Taylor, que faleceram de câncer. Durante as filmagens, eu me comunicava com elas, sabendo que os dois eram pacientes terminais. O que eles disseram para mim e os pais deles disseram sobre eles tentarem aguentar ‘até esse filme ser lançado’… Em um certo grau, você ouve isso e pensa, eu tenho que me levantar, ir para academia e me preparar para o trabalho. Preciso decorar essas falas e aprender esse sotaque”, começou a contar o famoso.

Chadwick Boseman deixou claro como as crianças o motivaram para terminar Pantera Negra. Novamente, na época, ninguém sabia que o ator da Marvel lutava contra a mesma doença.

O ator de Pantera Negra contou que viu como o filme era importante. Até então, antes do contato com as crianças, Chadwick Boseman não imaginava isso.

“Foi uma experiência de humildade porque você pensa que não pode significar tudo isso. Vendo como o mundo foi tomado por nós, como o filme ganhou vida, eu percebi que eles anteciparam algo incrível. Eu volto a ser criança e me lembro como esperava o Natal, ou o meu aniversário, para ganhar um brinquedo ou ter a chance de experimentar um videogame”, continuou o ator de Vingadores.

No fim, Chadwick Boseman completou que viveu o mesmo que esses garotos, esperando pelos momentos especiais.

“Eu vivi por esses momentos. Isso colocou na minha mente como era ser criança, apenas para ter a experiência desses dois pequenos garotos de esperar esse filme”, completou o famoso, que se emocionou na entrevista.

Pantera Negra chegou aos cinemas em 2018 e logo se tornou um filme favorito dos fãs da Marvel. O vídeo da entrevista de Chadwick Boseman pode ser visto abaixo.