Astro de Crepúsculo passa por grande transformação ao longo dos anos; veja

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Taylor Lautner começou sua carreira bem cedo em Hollywood e atingiu o ápice da fama com a saga Crepúsculo, ao viver Jacob Black. O que mais chama a atenção ao longo desses anos é a sua transformação física.

A carreira de Lautner começou aos 9 anos, no filme Shadow Fury, de 2001. Nos anos que seguiram ele atuou principalmente em séries de TV, com curtas participações, até conseguir um papel de destaque em Sharkboy e Lavagirl, como um dos personagens titulares.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 2007, ele repentinamente passou por uma grande transformação, com feições mais adultas, já claramente mostrando que se preocupava com o físico. Em 2008 ele apareceu em Crepúsculo como Jacob Black.

É nítido que esse foi um ponto de virada para Taylor Lautner, que passou a investir ainda mais na sua aparência, o ator foi construindo o visual que vimos nas cenas em que ele aparece sem camisa na saga Crepúsculo.

Por sinal, no MTV Movie Awards de 2013, ele chegou a ganhar um prêmio por “melhor performance sem camisa”, que basicamente é outra maneira de dizer quem tem o físico mais bonito.

De lá para cá, ele não deixa a peteca cair e mantém uma rotina de treinamento, como é evidenciado pelas suas fotos do Instagram.

O que aconteceu com sua carreira?

A verdade é que o sucesso que Taylor Lautner adquiriu em Crepúsculo já foi embora. Enquanto seus colegas Kristen Stewart e Robert Pattinson conseguiram se envolver em outros projetos de destaque logo após o fim da saga, Taylor Lautner não conseguiu emplacar nada de grande destaque, ou seja, ele ainda vive à sombra de Crepúsculo.

Em 2011, o astro foi o protagonista de Sem Saída, um filme de ação que fez pouquíssimo sucesso de público e foi massacrado pela crítica especializada. Dentre os principais problemas do filme, esteve a atuação de Taylor Lautner, que foi descrito como “um estranho dentro de sua própria performance” pelo jornal The Village Voice.

Logo em seguida, Taylor Lautner tentou emplacar com Tracers (2015) e The Ridiculous Six (2015), dois filmes de pouco sucesso em que sua atuação passou despercebida. À essa altura, os grandes estúdios de Hollywood também se queixavam do valor de mercado do ator de Crepúsculo, que é muito caro e dá pouco retorno em bilheteria.

Foi em 2016 que a carreira de Taylor Lautner sofreu o maior golpe. Ao protagonizar o drama Run the Tide, o ator foi duramente criticado. Veículos de comunicação como o A.V. Club e o The Young Folks criticaram a atuação do astro de Crepúsculo, afirmando que ele “não se encaixava” e que em um papel dramático ele “não é convincente o suficiente”.

No fim das contas, é justo dizer que Taylor Lautner simplesmente não é talentoso o suficiente para ser uma grande estrela de Hollywood. Outros astros jovens contemporâneos a ele (como Dylan O’Brien) exibem muito mais talento e conseguem se manter na indústria por muito mais tempo.

Nos últimos anos, Taylor Lautner acabou dando uma pausa em sua carreira, se dedicando a aproveitar a vida e viver romances – um deles foi com Billie Lourd, a filha de Carrie Fisher.

Apesar de todos os fracassos, vale citar que Taylor Lautner fez um relativo sucesso na série Cuckoo, da BBC, subsituindo o protagonista interpretado por Andy Samberg, de Brooklyn Nine-Nine, e agradando não só a crítica mas também seu colega de trabalho Greg Davies. Portanto, parece que existe ao menos uma porta aberta para o astro de Crepúsculo se reinserir em Hollywood. Resta a ele agarrá-la com todas as forças.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio