Taylor Lautner começou sua carreira bem cedo em Hollywood e atingiu o ápice da fama com a saga Crepúsculo, ao viver Jacob Black. O que mais chama a atenção ao longo desses anos é a sua transformação física.

A carreira de Lautner começou aos 9 anos, no filme Shadow Fury, de 2001. Nos anos que seguiram ele atuou principalmente em séries de TV, com curtas participações, até conseguir um papel de destaque em Sharkboy e Lavagirl, como um dos personagens titulares.

Em 2007, ele repentinamente passou por uma grande transformação, com feições mais adultas, já claramente mostrando que se preocupava com o físico. Em 2008 ele apareceu em Crepúsculo como Jacob Black.


É nítido que esse foi um ponto de virada para Taylor Lautner, que passou a investir ainda mais na sua aparência, o ator foi construindo o visual que vimos nas cenas em que ele aparece sem camisa na saga Crepúsculo.

Por sinal, no MTV Movie Awards de 2013, ele chegou a ganhar um prêmio por “melhor performance sem camisa”, que basicamente é outra maneira de dizer quem tem o físico mais bonito.

De lá para cá, ele não deixa a peteca cair e mantém uma rotina de treinamento, como é evidenciado pelas suas fotos do Instagram.

O que aconteceu com sua carreira?

A verdade é que o sucesso que Taylor Lautner adquiriu em Crepúsculo já foi embora. Enquanto seus colegas Kristen Stewart e Robert Pattinson conseguiram se envolver em outros projetos de destaque logo após o fim da saga, Taylor Lautner não conseguiu emplacar nada de grande destaque, ou seja, ele ainda vive à sombra de Crepúsculo.

Em 2011, o astro foi o protagonista de Sem Saída, um filme de ação que fez pouquíssimo sucesso de público e foi massacrado pela crítica especializada. Dentre os principais problemas do filme, esteve a atuação de Taylor Lautner, que foi descrito como “um estranho dentro de sua própria performance” pelo jornal The Village Voice.

Logo em seguida, Taylor Lautner tentou emplacar com Tracers (2015) e The Ridiculous Six (2015), dois filmes de pouco sucesso em que sua atuação passou despercebida. À essa altura, os grandes estúdios de Hollywood também se queixavam do valor de mercado do ator de Crepúsculo, que é muito caro e dá pouco retorno em bilheteria.

Foi em 2016 que a carreira de Taylor Lautner sofreu o maior golpe. Ao protagonizar o drama Run the Tide, o ator foi duramente criticado. Veículos de comunicação como o A.V. Club e o The Young Folks criticaram a atuação do astro de Crepúsculo, afirmando que ele “não se encaixava” e que em um papel dramático ele “não é convincente o suficiente”.

No fim das contas, é justo dizer que Taylor Lautner simplesmente não é talentoso o suficiente para ser uma grande estrela de Hollywood. Outros astros jovens contemporâneos a ele (como Dylan O’Brien) exibem muito mais talento e conseguem se manter na indústria por muito mais tempo.

Nos últimos anos, Taylor Lautner acabou dando uma pausa em sua carreira, se dedicando a aproveitar a vida e viver romances – um deles foi com Billie Lourd, a filha de Carrie Fisher.

Apesar de todos os fracassos, vale citar que Taylor Lautner fez um relativo sucesso na série Cuckoo, da BBC, subsituindo o protagonista interpretado por Andy Samberg, de Brooklyn Nine-Nine, e agradando não só a crítica mas também seu colega de trabalho Greg Davies. Portanto, parece que existe ao menos uma porta aberta para o astro de Crepúsculo se reinserir em Hollywood. Resta a ele agarrá-la com todas as forças.