Falecido astro de Pantera Negra, Chadwick Boseman era muito próximo de Denzel Washington.

Uma curiosidade interessante é que Washington fundou o programa que bancou parte dos estudos de Boseman. Foi assim que ele conseguiu se tornar um ator.

Depois da morte de Chadwick Boseman, após alguns anos de luta contra o câncer de cólon, Denzel Washington apareceu em um painel virtual do Festival Internacional de Cinema de Toronto para conversar sobre seu legado.


O legado de Chadwick Boseman

“Lembro-me de ter derramado uma lágrima enquanto assistia a Pantera Negra. Achei que aqueles jovens estavam dominando tudo”, disse o ator, como reportado pela Entertainment Tonight.

“Sabe, cedo ou tarde você não vai dar a volta completa na pista de corrida.”

“Você vai tirar um tempo para ver os garotos mais jovens correndo. E, ao assistir àquele filme, é assim que me senti.”

“Quem sabia que Chadwick não tinha muito tempo de vida sobrando?”

“Mas ele não foi enganado. Nós fomos”, observou o astro de filmes como Dia de Treinamento e Malcolm X.

“Eu oro por sua pobre esposa e sua família; eles foram enganados. Mas ele viveu uma vida plena.”

Depois da morte de Chadwick Boseman, a Marvel ainda não anunciou o que acontecerá com Pantera Negra 2, que vinha sendo desenvolvido.

Chadwick Boseman tinha 43 anos. Além de Pantera Negra, ele também trabalhou em filmes de sucesso como 42 – A História de uma Lenda, Marshall: Igualdade e Justiça e Destacamento Blood.