A série documental The Comedy Store revelou que o ator Freddie Prinze (de Chico and The Man) já quis matar John Travolta.

Jimmy Walker revelou que Prinze não gostou quando o astro de Grease tomou seu lugar como uma das figuras mais populares dentre os adolescentes.

Em meados da década de 1970, Walker recebeu um telefonema de Prinze, dizendo que eles teriam de matar John Travolta.


 “’Temos que matar John Travolta’. Ele insistiu: ‘Vou matar esse cara! Eu sou a maior estrela da TV'”, disse Walker sobre o amigo.

“Respondi a ele: ‘Bem, muitas pessoas estão na TV. Eu também estou na TV’. Mas aí ele rebateu: ‘Você não é maior do que eu, cara. Sou o maior, sou o melhor. Todo mundo me conhece. Eu sou o cara mais engraçado'”, contou o ator.

Tentativa não deu certo

Walker chegou a tentar convencer o amigo de não tentar matar Travolta, mas sem sucesso. Prinze chegou a ir até a casa do astro de Pulp Fiction, mas ele não estava lá.

Prinze, então, atirou três flechas na porta do apartamento, usando uma besta.

“Tenho certeza que até hoje John Travolta pensa: ‘O que diabos aconteceu? Quem veio atirar essas flechas na porta da minha casa?’”, disse Walker sobre o ocorrido.

Freddie Prinze acabou se suicidando em 1977, aos 22 anos. Seu filho, Freddie Prinze Jr. tinha apenas um ano. Hoje em dia, ele trabalha em Hollywood e é casado com Sarah Michelle Gellar, a Buffy.

Freddie Prinze Jr. estrelou filmes como EU Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado e Ela é Demais.