Mayim Bialik, mais conhecida por ter interpretado a neurocientista Amy Farrah Fowler em The Big Bang Theory, é uma mulher extremamente bem-sucedida. Mas isso não quer dizer que ela não sofreu perdas e dores ao longo da vida. Agora, ela trouxe um relato emocionante sobre o suicídio.

A atriz de The Big Bang Theory falou diretamente aos fãs neste Setembro Amarelo, que busca conscientizar as pessoas sobre a saúde mental a fim de prevenir casos de suicídio.

“Eu tentei fazer esse vídeo várias vezes. Eu não queria fazer esse vídeo porque é realmente difícil e muito triste falar sobre o suicídio, mas isso não quer dizer que não devemos falar sobre isso”, disse a atriz no vídeo do Instagram.


A atriz continuou, falando sobre como isso afetou sua vida no passado.

“Eu fui tocada pelo suicídio de forma bem, bem direta e próxima. E não há nada mais importante do que falar sobre isso e remover o estigma em volta disso”.

“Precisamos de mais acesso para ajudar as pessoas a conseguirem ajuda. É isso. Não sei o que mais dizer”.

https://www.instagram.com/p/CFQAWimB-oN/

Períodos ainda mais difíceis

A atriz de The Big Bang Theory reconheceu como esses meses de quarentena podem ser especialmente prejudiciais à saúde mental.

“Por favor, tomem cuidado de vocês próprios durante essa quarentena – aqueles de nós que lutam com isso estão lutando ainda mais”.

“Em honra das pessoas na minha família que perdemos, e os amados que eu perdi, continuarei falando sobre isso”.

“Eu perdi pessoas muito próximas a mim, quem eu amava profundamente, em razão do suicídio. Eu conheço a dor e a dor que não vai embora trazida por isso”.

Mayim Bialik pode ser vista em The Big Bang Theory, disponível no Globoplay.

No Brasil, o Centro de Valorização da Vida presta apoio para prevenção contra o suicídio. Quem precisar de auxílio, pode entrar em contato pelo site ou ligar no 188.