Na última semana, o mundo se entristeceu com a morte de um dos atores mais brilhantes da nova geração. Chadwick Boseman, o Pantera Negra do MCU, faleceu no dia 28 de agosto, após uma longa e privada batalha contra o câncer.

A passagem do astro partiu o coração de fãs do mundo inteiro, que encheram as redes sociais de homenagens ao brilhante ator, que se despediu do público no auge de sua carreira.

Chadwick Boseman será lembrado eternamente como uma figura honrada, elegante e humilde, que se destacou no cinema interpretando grandes ícones da comunidade negra, além de um dos heróis mais importantes da Marvel.


Muitos fãs não sabem, mas o ator quase viveu outro personagem no MCU, antes de ser escalado como o Rei T’Challa.

Confira abaixo!

Planos iniciais

Em uma entrevista recentemente compartilhada nas rede sociais, Chadwick Boseman contou sobre sua primeira audição para um papel no MCU. Na época, o ator fez testes para interpretar Drax, o Destruidor, em Guardiões da Galáxia.

“Foi ótimo fazer esse teste e ver com o que eles estavam lidando. Às vezes, é assim que funciona a vida de um ator. Você entra sem saber se vai conseguir o papel, mas acaba encontrando as pessoas que te consideram para outras oportunidades. Acho que nesse momento, eles concluíram que poderiam me utilizar para outro personagem”, contou Boseman.

É quase impossível imaginar Chadwick Boseman como Drax, já que sua performance como Pantera Negra foi tão icônica e especial para a representatividade nos cinemas.

O papel do alienígena Drax acabou ficando para Dave Bautista, que na época era mais conhecido por seu trabalho na luta livre.

A maioria dos fãs com conhece Chadwick Boseman como um talentoso ator de Hollywood. Porém, antes do início de sua carreira, o artista quase se voltou para outra área do mundo do entretenimento.

Na época, Boseman estava interessado em se tornar diretor ou roteirista. Ele até mesmo chegou a estudar como lidar com atores e atrizes em sets de filmagem.

“No início, eu queria dirigir ou roteirizar. Apenas comecei a atuar porque queria ver as coisas sob o olhar dos atores, entender como me comunicar com eles. Aí eu descobri que essa era minha vocação. Estudei em Howard e Oxford”, contou o astro.

Chadwick Boseman pode ter morrido, mas seu legado e influência viverão para sempre nos fãs de cinema de qualidade.