Ex de Michael Jackson revela grande arrependimento sobre o Rei do Pop

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Michael Jackson faleceu em 25 de junho de 2009 e 12 dias depois um serviço funerário aberto ao público foi realizado. No dia 3 de setembro, um funeral particular foi realizado. Nele, Lisa Marie Presley, a primeira esposa do Rei do Pop foi a última a permanecer do lado de seu caixão.

Em entrevista de 2010, no programa da Oprah, Lisa Marie falou sobre essa sensação. Oprah perguntou se ela ficou em paz ao permanecer ao lado do corpo do artista e ex-marido.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Não, não achou que fiquei em paz. Eu queria mais me desculpar por não ter estado presente”, respondeu a filha de Elvis Presley. “Se eu só tivesse perguntado, ‘como você está?’”.

“Posso tentar fazer uma ligação? Eu realmente me arrependi de não ter feito isso”, refletiu Lisa Marie Presley.

Michael Jackson foi casado com Lisa Marie entre 1994 e 1996, mas os dois permaneceram em contato depois do divórcio, conforme já revelou a ex-esposa do Rei do Pop. Em dado momento, contudo, ela acabou se distanciando do artista.

Michael Jackson e Lisa Marie Presley tiveram um curto casamento, permanecendo juntos por apenas um ano, entre abril de 1994 e dezembro de 1995. A filha de Elvis Presley revelou que seu ex-marido continuou em contato com ela e ainda disse que alguém estava tentando matá-lo.

Alegações preocupantes

Lisa Marie permaneceu em contato com Michael Jackson por anos e, depois decidiu sair totalmente de sua vida após uma última conversa, durante a qual o ex-marido fez algumas preocupantes alegações.

“[A nossa última] coerente, boa conversa foi em 2005. Foi uma conversa bem longa”, disse Lisa Marie Presley em entrevista à Oprah.

“Ele queria me dizer que eu estava certa sobre muitas pessoas ao seu redor. Que as coisas aconteceram exatamente como eu e ele havíamos discutido há alguns anos”.

A partir daí, Michael Jackson fez alegações preocupantes, dizendo que alguém estava tentando matá-lo.

“Na parte final da conversa ele me disse que sentia que alguém tentaria matá-lo para conseguir o direito de suas músicas e sua herança”, disse Lisa Marie Presley. “E eu realmente não sabia o que fazer com isso”.

Ao ser perguntada se Michael Jackson citou nomes, a ex-mulher do Rei do Pop apenas respondeu:

“Ele me disse e eu não gostaria de revelar os nomes, mas ele expressou o medo pela sua vida”.

Lisa Marie disse que tentou alertar Jackson, durante seu casamento, que as pessoas ao seu redor não queriam o melhor para ele. Ela o chamava de “vampiros”.

Mas eventualmente aceitou que, como seu pai, Elvis, Jackson tinha muito poder sobre aqueles mais próximos dele e que jamais escutaria conselhos que não gostava.

Depois de Lisa Marie, Michael Jackson se casou com Debbie Rowe, com quem teve seus filhos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio