O ator Kevin Spacey foi acusado de abuso sexual nos anos 1980, por dois homens. Ambos alegaram ter 14 anos na época dos eventos descritos.

Anthony Rapp, ator de Star Trek: Discovery, disse que estava em uma festa de Kevin Spacey em 1986, quando Spacey o segurou com força e o jogou em uma cama, conforme informação da Variety.

Rapp foi uma das pessoas que fizeram as primeiras alegações contra Kevin Spacey em 2017, que levaram à sua demissão em House of Cards, da Netflix.


A identidade do outro acusador no caso atual não foi revelada. Ele é conhecido apenas pelas iniciais C.D. Ele alega ter conhecido Kevin Spacey através das aulas de atuação do famoso ator e que, quando tinha 14 anos, Spacey o convidou para seu apartamento, em 1983.

Lá, o ator teria cometido atos sexuais com o menor de idade. Mais encontros supostamente aconteceram após isso, mas C.D. se recusou a participar no incidente final, e teria fugido do apartamento de Spacey.

Sem trabalho

Desde as alegações iniciais contra Kevin Spacey, o ator somente apareceu em O Clube dos Meninos Bilionários, que já havia sido filmado previamente.

Após as acusações, Kevin Spacey foi demitido de House of Cards, da Netflix. O ator estava em alta por causa do seriado.

Além disso, foi removido do filme Todo o Dinheiro do Mundo. O ator foi substituído depois de ter gravado todas as cenas dele para o longa.

Em duas ocasiões, Kevin Spacey tentou ressuscitar o personagem dele de House of Cards. Os vídeos com as atuações foram publicados no Youtube, mas o ator não teve a recepção que esperava (confira mais aqui).

No momento, Kevin Spacey segue sem trabalho em Hollywood.