Michael Jackson e Princesa Diana foram duas figuras icônicas da cultura pop nas últimas décadas. O que poucos fãs sabem é que eles tinham uma forte ligação.

Publicamente, sabia-se que Diana frequentou alguns shows do Rei do Pop. Aos olhos do público, parecia apenas isso: uma famosa figura acompanhando o espetáculo de outra.

Porém, a verdade é outra. Durante os anos, Princesa Diana e Michael Jackson criaram um forte laço, que levou a uma bonita amizade.


Ao longo dos anos, foi revelado que Michael Jackson passava momentos com Diana quando visitava o Reino Unido. Mas, o fim da relação foi trágico.

Quando Diana morreu de forma inesperada em 1997, Michael Jackson abriu o jogo. Em entrevista, o Rei do Pop contou o quanto a amiga significava para ele.

Michael Jackson colapsou com notícia

Quando Diana morreu, Michael falou sobre a situação apenas um mês depois do acontecimento. O Rei do Pop estava visivelmente abatido.

Para jornalistas, o cantor contou que foi avisado sobre a morte pelo médico dele. Então, Michael Jackson colapsou, não conseguindo aguentar com a notícia que acabava de receber.

“Eu caí em luto, eu comecei a horar. A dor que eu senti, era uma dor interna no estômago e no peito. Eu disse na hora: ‘Eu não posso! Eu não consigo, é muito para mim'”, relembrou Michael Jackson.

Na mesma declaração, Michael Jackson ainda fez um comentário de arrepiar. O Rei do Pop dizia que sempre vinha outra morte logo depois.

De fato, a Madre Teresa morreu poucos dias depois da Princesa Diana.

Michael Jackson faleceu em 2009, aos 50 anos. O ator teve uma parada cardíaca após uma overdose causada por medicamentos.