Jean-Claude Van Damme pode ser uma lenda dos filmes de ação hoje em dia, mas nem sempre ele contou com esse mesmo prestígio e, em uma ocasião, teve de ameaçar chutar um produtor várias vezes para conseguir o seu lendário papel em O Grande Dragão Branco.

Depois da tensa gravação de Predador, no qual Jean-Claude Van Damme foi escolhido para viver o alienígena titular, mas foi substituído durante a produção, o ator quis encontrar um papel que melhor se encaixasse aos seus talentos.

Eventualmente, ele se encontrou com o produtor de filmes B, Menahem Golan. Aproveitando a oportunidade, o astro começou a realizar chutes, parando bem perto de acertar Golan repetidas vezes. Isso fez com que ele conseguisse uma reunião no escritório de Golan.


Nesse ponto, Jean-Claude Van Damme, sem camisa, convenceu Golan que ele era habilidoso, carismático e, mais importante ainda, barato.

Dessa forma, ele conseguiu o seu papel em O Grande Dragão Branco, que catapultou a carreira de Jean-Claude Van Damme. O filme fez 65 milhões de dólares, com um orçamento de 1,5 milhões.

Belo legado

Jean-Claude Van Damme coleciona elogios e polêmicas em Hollywood. No fim das contas, o astro tem um bonito legado a deixar.

Ao lado de outros grandes nomes, Van Damme ajudou a popularizar as artes marciais e a luta nos filmes de ação. Porém, o ator belga tem mais algo a se orgulhar.

Pouco é relatado, mas o ator de Street Fighter tem uma grande herdeira para seguir com o legado dele. Van Damme é a grande inspiração para filha, Bianca Bree Van Damme.

Além de ter aprendido muito com o pai, já que os dois até treinaram juntos, Bianca ainda parece seguir os passos do ator. A mulher é uma especialista em artes marciais e também conta com alguns filmes no currículo.

Depois de altos e baixos, por conta do vício em drogas de Van Damme, pai e filha, que disse ao New York Post que “nunca foi a princesa do papai”, estão bem. Com isso, Bianca tem mais um grande apoiador ao lado dela.

Ao New York Post, Bianca Van Damme já revelou que gostava de esportes. Na adolescência, a paixão dela era a patinação.

A filha de Van Damme treinava para competir em alto nível e chegar nas Olimpíadas. Porém, uma lesão mudou tudo e ela teve que procurar uma nova paixão.

Foi nesse momento que Bianca começou a atuar ao lado de Van Damme. A estreia foi no filme Operação Fronteira, de 2008.

Bianca não gostou da atuação dela. Foi quando a filha de Van Damme decidiu que levaria isso a sério, assim como as artes marciais.

“As pessoas chegavam em mim e diziam como amam meu pai. É legal ouvir, mas é como… o que isso tem a ver comigo?”, contou Bianca sobre o que a motivou.

Após anos de treinos, há vídeos na internet com a filha de Van Damme dando os mesmos incríveis golpes do pai.

Além disso, Bianca participou de outros filmes. A filha de Van Damme pode ser vista também em Assassinos e Rivais (2011), 6 Balas (2012), Bem-Vindo à Selva (2013) e Fury of the Fist and the Golden Fleece (2018).

Além do trabalho como atriz, a filha de Van Damme chama atenção pela beleza. Até por isso, Bianca, como identifica no perfil no Instagram, também é modelo.