Fundada nos anos 50 pelo escritor americano L. Ron Hubbard, a Cientologia é um movimento religioso moderno, especialmente famoso entre celebridades e figurões do mundo do entretenimento. Por suas práticas não convencionais e problemáticas, a Igreja é considerada por muitos como uma seita.

Um dos membros mais famosos da Cientologia é Tom Cruise. O ator é um defensor ferrenho da filosofia de Ron Hubbard, e chegou até a se afastar de sua família e amigos para seguir os preceitos da religião.

Além de Tom Cruise, a Cientologia conta com inúmeras celebridades em seu rebanho, destacando-se John Travolta, Elisabeth Moss, Laura Prepon e Juliette Lewis.


Nos anos 90, a própria Juliette Lewis apresentou Brad Pitt aos dogmas da Cientologia; confira abaixo tudo sobre essa história!

Conversão difícil

Brad Pitt participou de reuniões da Cientologia por três anos na década de 90, introduzido ao grupo por sua então namorada Juliette Lewis.

Em uma entrevista publicada anos depois da experiência, Brad Pitt relatou ter participado de um estranho “ritual de purificação”.

Na prática, durante este ritual, os participantes eram divididos em duplas. Cada um dos novos iniciados recebia um “irmão gêmeo”, que os acompanhavam nas práticas da seita.

O “gêmeo” de Brad Pitt era na verdade uma garota, a filha adolescente de um membro estabelecido da Cientologia.

O ritual de purificação durou aproximadamente um mês, e levou Brad Pitt a passar 5 horas por dia em uma sauna, além de tomar altas doses de vitaminas e purificadores.

O ponto de ruptura entre Brad Pitt na Cientologia foi uma sessão de “tourada”, um ritual no qual os participantes são basicamente xingados e abusados psicologicamente por supervisores da religião.

“Os treinadores tentam criar uma reação nos estudantes e fazê-los perder a cabeça, citando situações comprometedoras ou traumáticas de suas vidas pregressas”, contou Michael Mallen, um ex-integrante da organização e na época supervisor de Brad Pitt.

Supostamente, o ator ficou tão ofendido nesta sessão que simplesmente saiu correndo e deixou o prédio. Pitt foi acalmado por Juliette Lewis, mas decidiu deixar a Cientologia de vez em 1993.

A Cientologia costuma manter seus registros sob sete chaves, sendo assim não se sabe exatamente quantos membros da religião ainda seguem os preceitos hoje em dia.