Mesmo que você não seja um fã da franquia multimilionária de Harry Potter, certamente reconhece o rosto de Daniel Radcliffe.

Intérprete de Harry Potter, Radcliffe cresceu na frente dos olhos dos fãs no cinema, gravando o primeiro filme, Harry Potter e a Pedra Filosofal, aos 11 anos de idade, de acordo com o Wall Street Journal.

Desde então, o ator britânico foi definido pelo papel mágico que moldou uma geração de leitores e espectadores.


Embora o ator de Versos de um Crime tenha aparecido em alguns projetos desde que o último filme chegou aos cinemas em 2011, Radcliffe ainda devolve ao legado da série Harry Potter.

Em 2020, ele leu o primeiro capítulo de Harry Potter e a Pedra Filosofal para um projeto especial em meio à pandemia de coronavírus chamado “Harry Potter em casa”.

Radcliffe não deixa as bruxas e bruxos do mundo perderem seu amor pela história, mas ele aparentemente não é o maior fã desse capítulo em sua vida – ou do que veio depois.

Continue lendo para descobrir a verdade sobre a vida difícil de Radcliffe depois de Harry Potter.

Época complicada da vida

Em uma entrevista franca em março de 2020 para o Desert Island Discs da BBC Radio 4, Daniel Radcliffe disse à apresentadora Lauren Laverne que Harry Potter contribuiu para o ator ter um momento sombrio na vida pessoal.

“Se eu saísse e ficasse bêbado, de repente perceberia que havia interesse nisso, porque não é apenas um cara bêbado”, disse ele.

“É como: ‘Veja só, Harry Potter está ficando bêbado no bar.'”

Ele revelou que, para combater as críticas constantes, ele apenas “bebia mais e ficava mais bêbado”, acrescentando que “fez muito disso por alguns anos”.

Radcliffe continuou: “Muita bebida que veio no final de Harry Potter e um pouco depois que acabou foi pânico, um pouco sem saber o que fazer a seguir – não estar confortável o suficiente com quem eu era para permanecer sóbrio.”

No momento, o ator de Guns Akimbo está sóbrio há 10 anos, de acordo com o Independent. Na entrevista, o ator também falou sobre como ele aprecia o fato de seus amigos e familiares terem lhe dado “perspectiva suficiente sobre a vida” para ajudá-lo a atravessar o momento difícil de sua vida.

Daniel Radcliffe interpretou Harry Potter pela última vez em Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 2. O filme está agora disponível na Netflix.