Maddox, o filho mais velho de Angelina Jolie, por pouco não teve outra celebridade de Hollywood como pai. Antes de Brad Pitt, a atriz era casada com Billy Bob Thornton e a adoção ocorreu quando os dois ainda estavam juntos.

O relacionamento de Angelina Jolie com Thornton foi bastante questionado pela mídia e chamou a atenção tanto pela diferença de 20 anos entre os dois, além do fato de ambos carregarem pequenos pingentes com o sangue um do outro.

Em todo caso, conforme matéria de Marissa, no The Things, ambos anunciaram juntos a adoção de Maddox, mas Angelina Jolie foi a única inclusa na certidão de adoção do menino. Com isso, Thornton nunca foi pai, legalmente falando, do garoto.


Os dois se divorciaram pouco após o processo de adoção ter sido concluído, o que explica o porquê de Maddox enxergar Brad Pitt como seu verdadeiro pai.

Não por acaso, ele mudou seu nome de Maddox Chivan Thornton Jolie para Maddox Chivan Jolie-Pitt.

Final feliz?

Brad Pitt e Angelina Jolie estão em uma interminável briga nos tribunais. Tudo começou com o divórcio dos famosos, em 2016.

Em 2020, a disputa da vez seria a guarda dos filhos. Informações são de que Brad Pitt quer a guarda compartilhada, enquanto Angelina Jolie ainda quer manter as crianças morando com ela.

Ao Daily Mail, a atriz Jacqueline Bisset, que é madrinha de Angelina Jolie, deu uma declaração rara. As duas são próximas e a atriz de 007 comentou que o divórcio deve ter um final feliz.

O motivo, para a famosa, são os seis filhos do ex-casal: Maddox, de 19 anos, Pax, de 16, Zahara, de 15, Shiloh, de 14, e Knox e Vivienne, de 12.

“Angelina e Brad vão resolver isso eventualmente. Eles dois amam as crianças, então eles vão resolver”, destacou a artista ao jornal.

Angelina Jolie e Brad Pitt não se pronunciaram após a declaração da famosa.