O casamento de Angelina Jolie e Brad Pitt chama a atenção da mídia há anos, mas o que muitos fãs não sabem é que a atriz não só namorou uma mulher, como quase se casou com ela.

Angelina Jolie e Jenny Shimizu começaram a namorar pouco após as gravações do filme Rebelds (1996), no qual atuaram juntas.

Com fortuna líquida de US$ 2 milhões, conforme matéria de Aya Tsintziras, Shimitzu nasceu na Califórnia e ganhou uma bolsa na California State University por ter jogado basquete.


Ela foi descoberta em Los Angeles por um diretor de elenco e sua carreira como modelo começou. A partir daí, a atriz e modelo ascendeu à fama e chegou a ser juíza em Make Me a Supermodel.

Angelina Jolie e Shimizu namoraram por três anos após a gravação de Rebeldes e a atriz de Malévola chegou a dizer que teria se casado com ela.

“Eu provavelmente teria me casado com Jenny Shimizu, se não tivesse me casado com meu [primeiro] marido”.

“Eu me apaixonei por ela no primeiro segundo que a vi. Na verdade, a vi quando ela estava sendo escalada em Rebeldes e pensei que ela tinha feito o teste para meu papel. Achei que eu ia perder o papel”, continuou Angelina Jolie.

Primeira paixão

Angelina Jolie teve alguns romances em Hollywood. O mais famoso foi com Brad Pitt, que terminou em 2016 – e o divórcio continua com uma grande briga na justiça.

Porém, assim como todo mundo, Angelina Jolie já teve paixões platônicas. A primeira dela em Hollywood deve surpreender os fãs.

Ao The Daily Show, a atriz de Tomb Raider contou que na juventude dela, ela tinha uma paixão por Leonard Nimoy. O ator ficou conhecido como o Spock de Star Trek.

O artista não foi o único. Na mesma entrevista, Angelina Jolie contou que teve uma atração platônica por outro ator.

A atriz também achava Anthony Perkins muito atraente. O famoso é conhecido por ser o Norman Bates original de Psicose.

Relembre os atores abaixo, com Perkins do lado esquerdo e Nimoy, no direito.