O divórcio de Angelina Jolie e Brad Pitt tem um novo capítulo. Dessa vez, a atriz passa por um novo problema.

Depois de não ter conseguido trocar o juiz do processo de divórcio, Angelina Jolie perdeu uma de suas advogadas. O Daily Mail afirma que Priya Sopori não está mais trabalhando para a famosa.

Ainda não está claro se a advogada pediu demissão ou se Angelina Jolie decidiu demiti-la. Porém, o site afirma que a situação revela o aumento da tensão na disputa judicial.


O Daily Mail publica ainda que Angelina Jolie está gastando “uma fortuna” com advogados. A atriz não quer, de forma alguma, compartilhar a guarda dos filhos de maneira igual com o ex Brad Pitt.

Angelina Jolie vai lutar com todas as forças para conseguir o que quer, quando se trata dos filhos, ela não recua”, diz o site.

Essa não é a primeira vez que Angelina Jolie perdeu uma advogada. Em 2018, Laura Wasser, profissional que atende outras estrelas, deixou o processo. A razão teria sido o fato da disputa se tornar “venenosa”.

Madrinha ainda acredita em final feliz

A briga entre Angelina Jolie e Brad Pitt parece interminável. Porém, há quem ainda acredite em um final positivo para todos.

Ao Daily Mail, a atriz Jacqueline Bisset, que é madrinha de Angelina Jolie, deu uma declaração rara. As duas são próximas e a atriz de 007 comentou que o divórcio deve ter um final feliz.

O motivo, para a famosa, são os seis filhos do ex-casal: Maddox, de 19 anos, Pax, de 16, Zahara, de 15, Shiloh, de 14, e Knox e Vivienne, de 12.

“Angelina e Brad vão resolver isso eventualmente. Eles dois amam as crianças, então eles vão resolver”, destacou a artista ao site.

Angelina Jolie e Brad Pitt não se pronunciaram após a declaração da famosa.