Clark Middleton recentemente faleceu após contrair o vírus do Nilo Ocidental. Agora, Aaron Paul, o Jesse Pinkman de Breaking Bad, lamentou a morte do seu colega. Ambos trabalharam juntos em The Path, série do Hulu.

Em publicação no Instagram, Aaron Paul prestou uma bela homenagem ao seu colega, expressando sua tristeza ao ouvir a notícia.

“Nem sei como começar com essa notícia. Tudo o que sei é que perdemos uma pessoa muito boa hoje. Estou de coração partido. Eu amo muito esse homem e sinto que preciso dizer algo. Clark Middleton amava atuar mais do que qualquer um que conheci em toda minha vida, e ele era bom demais nisso”.


O astro de Breaking Bad ainda falou sobre sua amizade com o ator de Lista Negra, e o que aprendeu com ele.

“Tive o privilégio de trabalhar com ele por muitos anos e nos tornamos bons amigos no processo. Ele amava as pessoas e entendia de cinema como ninguém que conheci antes”.

“Ele amava filmes e TV e tinha orgulho de estar nessa indústria. Ele era um ótimo lutador. Sempre mantinha sua cabeça erguida, independente das circunstâncias. Era uma dádiva poder estar em sua presença e aprender com ele. Meu amigo, meu belo amigo. Eu te amo e vou sentir sua falta. Obrigado por mostrar o que é força de verdade. Obrigado por dar o máximo de si, não importa o que aconteça. Eu odeio precisar escrever isso agora. Mas não sabia mais o que fazer. Descanse em paz, seu homem maravilhoso”, concluiu o texto de Aaron Paul.

Notícia triste

Clark Middleton faleceu aos 63 anos, no dia 4 de outubro de 2020, após contrair o vírus do Nilo Ocidental.

Elissa, esposa do ator de Lista Negra deu a notícia em comunicado (via Variety), relatando as circunstâncias do seu falecimento.

“Com o coração pesado, anunciamos a passagem de uma vida eminentemente digna de ser celebrada: Clark Tinsley Middleton, 63 anos – amado ator, escritor, diretor, professor, herói, marido, farol, amigo”.

“Clark foi embora em 4 de outubro como resultado do vírus do Nilo Ocidental, para o qual não há cura conhecida. Clark era uma bela alma que passou a vida desafiando limites e defendendo as pessoas com deficiência”, diz o comunicado de Elissa.

Middleton atuou em dezenas de filmes e séries de TV, incluindo a já citada Lista Negra, Twin Peaks: O Retorno, Gotham, Sin City, Kill Bill: Volume 2, Expresso do Amanhã, dentre outros.

Quando tinha quatro anos de idade, ele foi diagnosticado com reumatoide juvenil, tornando-se, eventualmente, porta-voz da Arthritis Foundation.

“Você tem que assumir a liderança, redefinir sua narrativa. As deficiências certamente criam obstáculos, mas a maneira como você interpreta esses obstáculos pode se tornar um ato criativo. Trabalho em um negócio onde a aparência é importante, no início, talvez mais do que qualquer outra coisa”, disse em entrevista à Forbes.

“No entanto, as pessoas passam a conhecer você, seu caráter e confiança, como você transforma uma sala ou envolve outras pessoas. Esses fatores podem mudar a forma como as pessoas veem você. Não por causa de, mas apesar de nossas deficiências.”

A carreira de Clark Middleton começou em The Iceman Cometh, espetáculo da Broadway com Denzel Washington.

Ele também trabalhou como professor de teatro por mais de 20 anos.

Seus últimos papéis incluem Lista Negra, o curta Emergency e o longa-metragem Antarctica. Esses dois últimos ainda não foram lançados.