Ator de Law & Order é assassinado aos 70 anos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Thomas Jefferson Byrd, um ator que apareceu em vários filmes de Spike Lee, faleceu aos 70 anos.

A notícia da morte de Byrd chegou através do Instagram de Lee, quando o cineasta revelou que o ator havia sido assassinado em Atlanta, Geórgia, na noite do dia 3 de outubro.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Embora Lee não tenha revelado nenhum detalhe sobre o suposto assassinato de Byrd, ele rapidamente prestou homenagem ao ator, escrevendo que espera “todos desejem condolências e bênçãos à sua família”.

Grande colaborador de Spike Lee

Byrd nasceu em 25 de junho de 1950 em Griffin, Geórgia.

Antes de atuar como ator, Byrd obteve o diploma de bacharel em educação pela Morris Brown College, bem como o título de Mestre em Belas Artes em dança pelo California Institute of the Arts.

O primeiro papel de Byrd na tela foi em um episódio de 1992 de In the Heat of the Night.

Alguns anos depois, ele apareceu em sua primeira de muitas colaborações com Lee, como Errol Barnes em Irmãos de Sangue e Evan Thomas Sr. em Todos a Bordo.

Nas décadas seguintes, Byrd apareceu em vários outros filmes de Lee – como Honeycutt em A Hora do Show de 2000, Deacon Zee em Verão em Red Hook de 2012, Bishop Zee em A Doce Sede de Sangue de 2014, Apollo em Chiraq de 2015 e Stokey Darling em vários episódios da série Ela Quer Tudo.

Fora de seu trabalho com Lee, Byrd também apareceu em Até as Últimas Consequências, Law & Order: Criminal Intent, Living Single e The Last O.G. Seu papel final é no drama da Guerra Civil, Freedom’s Path.

Como mencionado anteriormente, Thomas Jefferson Byrd tinha 70 anos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio