O ator Faizon Love está processando a Universal Pictures depois que ele e sua companheira de elenco, Kali Hawk, foram apagados do pôster do filme Encontro de Casais.

O ator acusou a empresa de cometer um “ato de racismo” ao remover ele e Kali Hawk – que interpretaram o único casal não branco do filme – do pôster internacional da comédia de 2009.

Love e Hawk estrelaram como um dos quatro casais que viajaram para uma ilha tropical onde a terapia de casamento é uma exigência, ao lado de Vince Vaughn, Kristen Bell, Jason Bateman, Malin Ackerman, Jon Favreau e Kristen Davis.


Seus personagens Shane e Trudy foram usados ​​no pôster do DVD para Encontro de Casais – entretanto, eles foram removidos do pôster internacional, com os outros três casais brancos restantes.

Seus nomes também foram retirados do pôster internacional em inglês.

Love, de 52 anos, e sua empresa The Burning House acusa a Universal Pictures de violar as leis de direitos civis e trabalhistas da Califórnia com o pôster, além de alegar fraude e quebra de contrato.

Polêmico processo

O processo diz: “Universal Studios não teve nenhum problema em apresentar atores negros no filme cômico. Mas quando se tratou de divulgar o filme para o público internacional, a Universal Studios escolheu segregar os atores brancos e negros do filme.”

“Este ato de racismo prejudicou profundamente o Sr. Love. Depois de décadas aprimorando sua arte e compilando mais de 50 créditos de atuação, o Sr. Love acreditava razoavelmente que Encontro de Casais era sua oportunidade de apresentar ao público nacional e internacional seu talento como um proeminente ator negro da comédia.”

“Foi em vão. Em vez de aproveitar o máximo de visibilidade com o lançamento do filme, o Sr. Love foi rebaixado ao proverbial ‘Homem Invisível’, escrito por Ralph Ellison.”

“Embora Encontro de Casais tenha alcançado o primeiro lugar na classificação de bilheteria no fim de semana de abertura e tenha tido uma jornada espetacular que arrecadou mais de US$ 171 milhões em todo o mundo, a Universal Studios colocou o Sr. Love no banco de trás do passeio apreciado por seus seis companheiros de elenco brancos.”

“O Sr. Love e sua companheira de elenco negra, Kali Hawk, foram eliminados completamente do principal anúncio internacional do filme, enquanto os outros ‘casais’ se deleitaram com a publicidade e aclamação de um sucesso de bilheteria internacional.”

Love alega que, após apresentar sua reclamação ao estúdio, eles prometeram “a cessação imediata do pôster internacional racista e uma recompensa imediata ao Sr. Love na forma de lucrativos papéis no cinema”.

No entanto, ele afirma que não recebeu nenhuma “assistência de carreira” e que o estúdio continua a usar o pôster ofensivo para promover Encontro de Casais.

O advogado de Love, Eric George, disse: “No que diz respeito à Universal, seu contrato não significava nada, suas promessas de corrigir seu comportamento flagrante não significavam nada e suas promessas para Faizon Love não significavam nada.”

“No entanto, isso não é apenas uma quebra de contrato e boa fé: é nada menos do que um ato deliberado de racismo por parte da Universal Studios nos níveis mais altos.”

Além disso, Love alega que o companheiro de elenco Vince Vaughan “chegou ao ponto de dizer ao Sr. Love que fazer alarde sobre sua remoção do pôster não seria bom para sua carreira naquela época”.

Em 2009, a exclusão de Love e Hawk do pôster causou polêmica, e a Universal Pictures disse que se arrependia de ter ofendido, alegando que as estrelas negras foram removidas do pôster para “simplificar” para o Reino Unido e o mercado internacional.

Love estrelou filmes como Vizinhança do Barulho, Um Duende em Nova York e Sexta-Feira em Apuros.

Desde sua aparição em Encontro de Casais, ele apareceu em programas incluindo Black-Ish e Step Up: High Water.

Hawk, de 34 anos, já apareceu em filmes como Missão Madrinha de Casamento e O Pior Trabalho do Mundo, e estrelou como Shelby em New Girl.