Harvey Weinstein está sendo monitorado por profissionais da saúde após adoecer. Com suspeitas de COVID-19, o produtor condenado por crimes sexuais aguarda o resultado do teste.

Conforme informações do TMZ (via Anna Rumer, do Popculture), Weinstein apresenta febre e possivelmente foi exposto à doença.

“Weinstein tem febre e está sendo monitorado pela excelente equipe médica da penitenciária Wende. A equipe jurídica de Weinstein está grata pelo trabalho da equipe médica”, declararam os representantes do produtor condenado.


“Weinstein sofre de inúmeros males e condições médicas, incluindo coração fraco, pressão alta e estenose lombar”.

“Estamos trabalhando com os médicos para assegurar que Weinstein receba a atenção médica que ele precisa”, conclui a declaração.

Condenado por estupro e assédio sexual, Harvey Weinstein está em isolamento por 72 horas, enquanto aguarda os resultados do teste de COVID-19.

Já foi internado anteriormente

A notícia vem sete meses após Niagara Gazette ter revelado que testou positivo para o novo coronavírus, após ser transferido da ilha Rikers, em Nova York, para a penitenciária Wende, em Erie County, Nova York.

Weinstein já foi hospitalizado algumas vezes desde que foi encarcerado, em razão de pressão alta e dores no peito.

Em 11 de março de 2020, o produtor foi sentenciado a 23 anos de prisão. Ele foi condenado, em fevereiro do mesmo ano por ato sexual criminoso de primeiro grau e estupro de terceiro grau.

Harvey Weinstein negou todas as acusações feitas contra ele, alegando que os encontros sexuais com duas vítimas em Nova York foram consensuais.