Charlie Sheen foi cancelado por Hollywood. Mas, o ator de Two and a Half Men continua dando o que falar.

Dessa vez, uma revelação sobre um dos casamentos do astro ressurgiu. Ela envolve o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump – que antes era um empresário com ligações com o mundo do entretenimento.

No programa de Graham Norton, Charlie Sheen abordou o tema Donald Trump. O que acontece é que o ator é um dos críticos do presidente dos EUA.


Ao dizer que não é um fã de Donald Trump, Charlie Sheen relembrou uma história de 2016. Na ocasião, o ator estava com a ex Brooke Mueller em um restaurante, o mesmo em que o político estava.

“Eu me viro e percebo que Donald estava encarando o meu relógio”, começou a contar Charlie Sheen. Foi quando Trump se aproximou e se desculpou “por não aparecer” ao casamento do ator – mesmo que o astro de Two and a Half Men não tivesse convidado o político.

Então, algo bastante curioso acontece. Para o famoso, foi o pior presente de casamento que ele recebeu.

O presente de Trump

Nessa conversa, a situação foi ficando mais curiosa. Foi quando Donald Trump decidiu dar um presente de casamento atrasado: as abotoaduras que o próprio político usava.

“Ele disse, ‘Essas são abotoaduras de platina de Harry Winston’. E então as tira e me dá. Eu digo, ‘Oh, você não deveria fazer isso’. E ele, ‘Não, é o mínimo que posso fazer. Tenha um ótimo casamento’ e toda aquela coisa”, continuou a contar o ator.

Seis meses depois, Charlie Sheen recebeu uma especialista em joias na casa dele e contou o caso. O ator de Two and a Half Men mostrou as abotoaduras e se surpreendeu com a resposta.

“E ela disse, ‘Na melhor das hipóteses, essas são de um estanho barato e zircônias ruins’. E eu pensei, ‘O que isso diz sobre esse cara?’, sabe?”, completou Charlie Sheen.

Sobre o casório, a relação do ator e Brooke chegou ao fim.

Two and a Half Men, com Charlie Sheen, pode ser vista na Amazon Prime Vídeo.