Fama polêmica de George Clooney foi criada por causa de Brad Pitt

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

George Clooney revelou que foi Brad Pitt quem começou com sua fama de “divo” na cidade onde ele vive, na Itália. Tudo foi uma brincadeira na época de Doze Homens e Outro Segredo, de 2004, quando chegaram na cidade de Como.

Conforme Zack Sharf, do Indie Wire, Clooney contou sobre a brincadeira de Brad Pitt, que fez questão de espalhar a fama do ator pela cidade.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Brad enviou um memorando para todos os moradores da cidade, a cidade na qual eu vivo, colou até em telefones públicos, que dizia ‘o filme está vindo para a cidade, só se dirijam ao George Clooney como ‘Sr. Clooney’ e não olhem nos olhos dele’”, revelou Clooney.

“No dia seguinte os jornais falavam, ‘George Clooney é um divo!’, foi horrível, mas depois eu dei o troco”, continuou o ator de Batman e Robin.

George Clooney não deu barato e inventou a história de uma casa mal-assombrada na região.

“Havia uma casa vazia perto da minha, na outra margem do Lago Como, e inventei que ela era assombrada pelo fantasma de um assassino que matava as pessoas e jogava seus corpos no lago. Apostei US$ 10 mil que ele o Don Cheadle passariam uma noite inteira lá, apenas com uma vela e uma garrafa de vinho”.

George Clooney ainda contou que os dois não conseguiram passar a noite na casa, pedindo para que os buscassem no meio da noite.

Brad Pitt vence batalha jurídica

Brad Pitt conseguiu ter uma vitória no tribunal dos Estados Unidos. Porém, não se trata do longo divórcio contra a ex Angelina Jolie.

Quando se fala em processo envolvendo Brad Pitt, é óbvio que os fãs logo pensam em Angelina Jolie. Mas, dessa vez, o ator foi acusado de algo bastante curioso.

A empresária Kelli Christina processou Brad Pitt por ter sido enganada por um golpista que se passava pelo ator. O The New York Post relatou que Kelli moveu a ação contra o astro porque ele não a protegeu do golpista.

Mas, a história não para por aí. Depois de der dado US$ 40 mil para o golpista, achando que o dinheiro seria usado para fundação Make It Right, de Brad Pitt, a empresária começou uma relação virtual com ele.

Isso levou até a pedido de casamento falso do golpista. Até então, a moradora do Texas (EUA) acreditava no Brad Pitt fake, com quem só tinha contato por redes sociais.

O jornal afirma que Brad Pitt venceu o processo e não precisará pagar a indenização de US$ 100 mil pedida pela empresária.

Ao que parece, Brad Pitt pode aumentar a sua participação na justiça. Além do divórcio com Angelina Jolie, o astro deve continuar batalhando contra Kelli.

A empresária entrou em contato com o jornal. A mulher explicou que várias vezes tentou contato com o verdadeiro Brad Pitt e nunca recebeu uma resposta.

Brad Pitt ignorou todos os meus problemas por um ano e meio. Entrei em contato com ele por meio da Make It Right, da Plan B Entertainment, produtora do ator, de sua residência em Los Angeles e de seu advogado em Beverly Hills no verão de 2019. Todos os problemas foram ignorados, mesmo que a identidade e reputação dele tenham sido usadas”, declarou a empresária.

Por conta disso, Kelli vai apelar a decisão da justiça. Assim, esse caso deve ganhar novos capítulos.

Enquanto isso, Brad Pitt não se pronuncia sobre o processo – bem como faz com a questão com Angelina Jolie.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio