A YouTuber brasileira Carol Moreira sofreu um claro caso de assédio durante entrevista com Vin Diesel em 2016 e agora voltou a comentar sobre o caso em conversa com Michel Arouca.

No vídeo publicado no canal de Carol Moreira, o assunto surgiu quando os dois conversavam sobre terem sido “cancelados”. A jornalista revelou ter sofrido com isso após ter denunciado os avanços inapropriados de Vin Diesel.

Carol revelou que não se deixa mais abalar tanto por isso, mas que até hoje lê comentários de internautas a criticando por esse episódio, com muitos tomando o lado de Vin Diesel, muito embora ela tenha sido a assediada.


Para piorar a situação, na época ainda ela foi alvo de inúmeros vídeos, artigos que falavam sobre como ela deveria ter agido, ou como ela estava durante a entrevista – artigos esses que deveriam ser sobre como Vin Diesel cometeu absurdos durante algo que deveria ser uma relação estritamente profissional.

“Por que eu sou o sujeito da frase?”, questionou Carol Moreira na conversa com Arouca, explicitando o problema do sensacionalismo na época do infeliz episódio.

A YouTuber contou sobre como muitas vezes foi chamada de “a garota do Vin Diesel”, ou similares e não é preciso ser ativista social para entender o extremo mau gosto em ser chamada assim.

Em dado momento da conversa com Michel Arouca, ele fala sobre a possibilidade de entrevistar Vin Diesel. O assunto já havia surgido, evidentemente, anteriormente entre os dois e Michel já sabia que Carol esperava que ele abrisse mão de tal entrevista.

“Não tem que dar palco pra babaca, né?”, complementou a jornalista, com Arouca concordando que deveria abrir mão. Carol ainda sugeriu que outra possibilidade seria perguntar sobre o assunto a Vin Diesel.

A grande revelação do vídeo veio pouco em seguida. Carol Moreira falou sobre outra ocasião em que o ator de Velozes e Furiosos quase veio ao Brasil novamente.

“Inclusive, não sei nem se eu posso falar isso, mas o Vin Diesel queria voltar para o Brasil, para um evento, me perguntaram e eu falei que achava um absurdo trazer um cara desses para o Brasil e ele não veio”.

Em seguida Arouca perguntou se ela cancelou o Vin Diesel e Moreira concordou: “Cancelei o Vin Diesel no Brasil”.

Veja a conversa de Carol Moreira com Michel Arouca, na íntegra, abaixo.

Entenda o que aconteceu na entrevista de 2016

Na época da entrevista, o astro de Velozes e Furiosos, que promovia o filme Triplo X – Reativado, chegou a interromper Carol Moreira três vezes (em por volta de 10 minutos) dizendo coisas como: “Você é tão bonita”, “Vamos sair daqui, vamos almoçar”, “Eu te amo”, “Estou apaixonado pela entrevistadora” e ‘Ela é muito sexy”.

Trata-se de um comportamento inaceitável em qualquer relação profissional e a entrevistadora ficou claramente constrangida com esses avanços. Por estar ali como trabalhadora ela ainda estava em posição extremamente delicada e não poderia dizer muitas coisas sem arriscar o emprego. É um claro caso de assédio.

Vin Diesel posteriormente chegou a dar uma pseudo-desculpa no Facebook, usando o clássico “se ofendi”, ao invés de “desculpe por ter ofendido”.

“Como todos sabem, tento manter as minhas entrevistas mais brincalhonas e divertidas, especialmente quando estou na zona Xander. Mas, se ofendi alguém, peço desculpas pois nunca foi minha intenção”, escreveu o ator.

Atualmente, Carol Moreira conta com seu próprio canal no YouTube. Já Vin Diesel ainda trabalha na franquia Velozes e Furiosos.