Richard Schiff, o Doutor Glassman de The Good Doctor, comoveu os fãs com um relato no programa The Good Morning Britain. O ator ainda se recupera do novo coronavírus (COVID-19).

No programa, Schiff afirmou que pensou que ia morrer. O astro de The Good Doctor chegou a ter a tensa conversa com a esposa, Sheila Kelley.

Com 65 anos e casado há 24, Schiff foi franco ao ser questionado sobre toda experiência. O ator de The Good Doctor chegou até a ser levado ao hospital contra a vontade dele.


“Tive uma conversa com minha esposa e tive que falar sobre talvez não nos vermos novamente. A pior parte de tudo é a epifania, a compreensão de que vocês podem nunca mais se tocar – isso atingiu o alvo mais do que qualquer outra coisa. Precisamos ir em algum momento, mas a ideia de nunca mais tocá-la foi impressionante, mas felizmente consegui”, declarou o famoso.

O ator pegou coronavírus em novembro de 2020. Schiff relatou que começou a sentir os sintomas em casa e por sorte não passou para ninguém de The Good Doctor.

Entre a família, a esposa Sheila e o filho Gus tiveram sintomas mais leves que do ator. Já a filha Ruby não pegou o novo coronavírus.

Ator revela histórico de saúde

O que mais preocupou o ator de The Good Doctor foi o histórico de saúde dele. Isso fez Schiff pensar que morreria.

“Sou ex-fumante, pré-diabético e velho, então tive alguns ataques contra mim, mas quando aconteceu foi assustador. O médico disse que meus marcadores de inflamação estavam ruins. Ele chegou a dizer, ‘Você precisa ir para a UTI e usar o respirador’. Mas eu disse que não”, contou o ator.

O famoso de The Good Doctor, que conseguiu deixar o hospital, relatou ainda o tratamento recebido.

“Lutei contra isso com oxigênio, remdesivir e esteróides me sinto com sorte, grato e positivo”, completou o famoso.

Enquanto isso, os fãs podem ver The Good Doctor no Globoplay.