Paris Jackson, filha de Michael Jackson, lançou seu primeiro álbum solo, Wilted, e foi elogiada pela crítica e alcançou a primeira posição nos álbuns alternativos mais vendidos do iTunes. Agora ela falou sobre sua carreira musical.

Em entrevista ao ABC Audio (via Andrea Dresdale, do GMA) ela disse estar muito grata pela receptividade dessa nova empreitada.

“Estou vivendo com muita gratidão agora”, disse Jackson, acrescentando ter ficado surpresa pelo apoio e amor que recebeu.


“Eu geralmente tento não ler os comentários porque as pessoas podem ser maldosas. Mas foi tudo tão positivo e as pessoas foram muito bondosas”.

A filha de Michael Jackson falou sobre aceitar seu destino como musicista.

“Eu não aceitava ser uma musicista como meu destino até uns dois anos atrás. Então é tudo bem novo. Sou uma novata. Sou amadora, mas amo isso, música é o ar que eu respiro”.

Paris Jackson se sentiu traída e solitária

O primeiro álbum de Paris Jackson foi lançado em novembro de 2020. A obra lida com uma “perda” em sua vida e a filha de Michael Jackson já indicou que seu término com o namorado Gabriel Glenn motivou a criação do disco.

Em entrevista à revista Flaunt, Paris Jackson falou especificamente sobre a canção Freight Train.

“É sobre a perda e todas as coisas que aconteceram durante aquela perda”, admitiu a filha de Michael Jackson.

“Eu me senti traída e sozinha, então a canção lida com todos os sentimentos que vieram com essa perda”.

A canção fala sobre um peso que está segurando a artista, deixando bem claros os sentimentos de angústia da cantora após o término com o namorado.

O álbum de Paris Jackson, Wilted, está disponível em plataformas digitais, como o Spotify.